Durante o segundo semestre de 2022 os CASA publicarão um Dossiê sobre o seguinte tema: "Linguística popular e estudos do discurso: uma relação de nunca acabar". Submissão dos artigos no site da revista: de 2 de maio a 30 de junho de 2022.

12/04/2022

Durante o segundo semestre de 2022 os CASA publicarão um Dossiê sobre o seguinte tema:  Linguística popular e estudos do discurso: uma relação de nunca acabar.

Submissão dos artigos no site da revista: de 2 de maio a 30 de junho de 2022.

 

O principal objetivo da linguística popular é compreender as práticas linguísticas dos não especialistas em ciências da linguagem. E o que são as práticas linguísticas? São as práticas metalinguísticas, epilinguísticas e metadiscursivas (percepções, avaliações, crenças, convicções, atitudes, intuições linguísticas...) produzidas pelos leigos (não cientistas da língua) sobre a sua própria língua e a língua do outro. Essas práticas linguísticas podem ser sistematizadas em quatro grandes eixos: prescritivas; descritivas; intervencionistas e militantes. Segundo Marie-Anne Paveau e Phellipe Marcel da Silva Esteves, no artigo “Não linguistas fazem linguística? Uma abordagem antieliminativa das idéias populares”, publicado em Policromias. Revista de Estudos do Discurso, Imagem e Som, vol. 3, nº 2, de 2018, os saberes linguísticos populares “não são necessariamente crenças falsas, equivocadas a serem eliminadas da ciência. Constituem, ao contrário, saberes perceptivos, subjetivos e incompletos a serem integrados aos dados científicos da linguística” (p. 23). É justamente nessa perspectiva integrativa entre a Linguística popular e os estudos do discurso (AD Francesa, Semiótica, Análise Crítica do Discurso, Análise Foucaultiana do Discurso, Análise Dialógica do Discurso) que é proposto o presente dossiê. Nesse sentido, pretende-se com essa publicação reunir artigos de pesquisares brasileiros e internacionais que se debruçam sobre as relações entre os campos de conhecimento da linguística popular e dos estudos discursivos. O responsável pela organização do dossiê será o Prof. Dr. Roberto Leiser Baronas (UFSCar), juntamente com sua equipe.

Cronograma:

  • Período de submissão dos artigos no site da revista selecionando a opção seção Dossiê: de 2 de maio a 30 de junho de 2022;
  • Avaliação dos artigos por pareceristas: meses de julho e agosto de 2022;
  • Retorno aos autores com as decisões tomadas: setembro de 2022;
  • Edição dos textos: meses de outubro e novembro de 2022;
  • Publicação: dezembro de 2022.

   OBS: Na seção "varia" continuaremos a receber os artigos com tema livre em fluxo contínuo.