Voltar aos Detalhes do Artigo Mudança de código do francês para o inglês como reflexo da função de personalização na série da Netflix “Emily in Paris”