Imagem, memória e representação na paisagem de Sylvie, de Nerval

Maria Adélia Menegazzo

Resumo


O artigo procura demonstrar como a descrição da paisagem na novela Sylvie, de Gérard de Nerval, cujo referencial pictórico está nas obras de Watteau, muito mais do que mero cenário, é o recurso no qual a narrativa se entretece e que permite a ampliação dos jogos temporais. Encontra na definição de iconotexto, de Liliane Louvel, e de hipertexto de Genette, conceitos chave para a análise dos procedimentos descritivos.

Palavras-chave


Descrição; Ecfrase; Iconotexto; Hipertexto; Sylvie;

Texto completo:

PDF


E-ISSN: 2526-2955