Niger Sum: Guerreiro Ramos, o "problema" do negro e a sociologia do preconceito

Edison Bariani

Resumo


Os estudos de Guerreiro Ramos sobre condição do negro no Brasil repõem a questão em novas bases, identificando seu núcleo no reflexo da patologia social do “branco” brasileiro e na própria atitude dos estudiosos que transformariam o negro-vida em ‘tema’. Ramos propõe então a assunção da negritude e a integração social por meio do adestramento cultural, ao que se contrapõe Costa Pinto, ao afirmar a preponderância do negro proletário. Entretanto, ambos pensadores foram relegados pelo racialismo do discurso dominante na atualidade.


Palavras-chave


Guerreiro Ramos; Costa Pinto; Sociologia; Negro; Preconceito.

Texto completo:

PDF


E-ISSN: 1984-0241
ISSN: 0101-3459