As "Três Guerras": êxitos e fracassos da guerra às drogas e o caso mexicano

Danillo Avellar Bragança

Resumo


A Guerra às Drogas, termo cunhado na década de 1970 para designar o esforço norte-americano de combate ao uso e venda de substâncias entorpecentes, completa quarenta anos. Neste espaço de tempo, a configuração que havia naquele contexto se modificou. Para se compreender os fracassos e os êxitos esforço foi delimitada a análise do caso mexicano, que por estar intrinsecamente ligado a isso é fundamental nesta discussão. Este artigo tem como objetivo principal discutir quais foram os acertos e os equívocos da chamada Guerra às Drogas, utilizando o caso do México, por onde passam 95% dos fluxos de narcotráfico que chegam aos Estados Unidos.


Palavras-chave


Narcotráfico; Guerra às drogas; Soberania do Estado; Democracia

Texto completo:

PDF


E-ISSN: 1984-0241
ISSN: 0101-3459