Diálogos truncados e papéis trocados: o estudo da interação no ensino de língua materna

Autores

  • Angela B. Kleiman

Palavras-chave:

Ensino de língua materna, interação e aprendizagem, letramento, cultura letrada, cultura escolar,

Resumo

Este trabalho argumenta que o discurso escolar difere substantivamente do discurso letrado, que supostamente seria o modelo de linguagem da escola, uma vez que a função desta seria a de introduzir o aluno na cultura letrada. Entretanto, esse discurso escolar também difere significativamente da linguagem da criança. Assim, a escola rompe com os padrões discursivos familiares da criança sem, contudo, introduzir efetivamente esse aluno na cultura letrada. Mediante exemplos de interação em sala de aula, examinam-se as conseqüências para o ensino e para a aprendizagem dessa situação, que resulta numa série de mal-entendidos e conflitos, os diálogos truncados a que o título faz referência.

Downloads