As unidades fraseológicas com zoônimos nos dicionários bilingues escolares (português-inglês) e a questão das equivalências

Autores

  • Rosana Budny Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD), Faculdade de Comunicação, Artes e Letras, Dourados – MS

DOI:

https://doi.org/10.1590/1981-5794-1709-7

Palavras-chave:

Unidades fraseológicas, Zoônimos, Dicionários, Equivalência,

Resumo

As unidades fraseológicas com zoônimos (UFz) são expressões metafóricas integrantes da cultura e expressam aspectos peculiares da comunicação, com um colorido especial próprio à conversa dos falantes de uma língua. Por esta razão, espera-se que os dicionários possam verter as UFz para a língua alvo, com a maior proximidade possível com a língua-fonte, no que se refere à informalidade. Procura-se conhecer o como se dá o tratamento das UFz com relação às equivalências que lhe são atribuídas em dicionários bilíngues escolares, na direção português-inglês. Tomam-se por base pressupostos da Lexicografia e da Metalexicografia bilíngues com autores como Casares (1950); Zgusta (1971, 1984); Béjoint (1981, 1994, 2000); Hartmann (2007); Welker (2004) na interface que fazem com a Fraseologia com Zuluaga (1980); Ortiz Alvarez (2000); Corpas Pastor (1996); Xatara (1998). O artigo objetiva dar a conhecer algumas conceituações dadas à equivalência e à Fraseologia na tentativa de entender o que se pode esperar das traduções oferecidas para as UFz nos dicionários pesquisados. Trata-se de um recorte da tese de Budny (2015) que demonstra a pouca incidência desses fraseologismos (cerca de 37%) nesses materiais e a divergência de traduções para eles, traduções nem sempre satisfatórias para o aspecto cultural emblemático das Ufz.

Biografia do Autor

Rosana Budny, Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD), Faculdade de Comunicação, Artes e Letras, Dourados – MS

Professora Adjunta da Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD), lotada na Faculdade de Comunicação, Artes e Letras. Doutora em Estudos da Tradução pelo Programa de Pós-graduação em Estudos da Tradução da Universidade Federal de Santa Catarina com projeto de pesquisa na área de Lexicografia e Língua Estrangeira, com o tema UNIDADES FRASEOLÓGICAS COM ZOÔNIMOS EM DICIONÁRIOS BILÍNGUES (PORTUGUÊS-INGLÊS). Mestre em Estudos da Linguagem pela Universidade Estadual de Londrina (2009). Especialista em Língua Inglesa pela Universidade Estadual de Londrina (2004). Licenciada em Letras Anglo Portuguesas pela Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de Arapongas (1982). Tem experiência na área de Letras, com ênfase em ensino e formação de professor de Língua Inglesa e em Tradução com experiência em textos técnicos e científicos.

Publicado

01/09/2017

Edição

Seção

Artigos Originais