Discurso musical e discurso de produção musical

Peter Dietrich

Resumo


Desde a primeira formulação proposta por Tatit no início da década de 1990, a semiótica da canção se depara com a dificuldade de construir o lugar teórico reservado aos papéis de compositor, arranjador e intérprete. Neste trabalho mostraremos que essas três instâncias não podem ser depreendidas diretamente a partir da análise de objetos musicais, e que sua atuação está inscrita apenas no discurso de produção musical.

Palavras-chave: Semiótica. Música. Canção. Discurso.

Palavras-chave


semiótica; música; canção; discurso; semiotics; music; song; discourse.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.21709/casa.v5i2.545



E-ISSN: 1679-3404