A LITERATURA NA REDE: UMA LITERATURA ENREDADA?

Sérgio Luiz Prado Bellei

Resumo


Liberado do peso de sua materialidade pela tecnologia digital, o texto literário hipertextualizado e disponibilizado em rede torna-se, em vários aspectos, mais poderoso e eficaz: pode agora ser acompanhado de uma enorme quantidade de explicações contextuais impossíveis de serem abrigadas nos limites do livro impresso e torna-se acessível a um público leitor mais global do que local. Disseminado em rede, por outro lado, o texto pode sofrer um apagamento das  condições materiais de produção que constituem parte integrante de seu sentido. Essas duas perspectivas podem ser exemplarmente percebidas na obra do poeta inglês William Blake, autor multimídia avant la lettre.


Palavras-chave


Texto literário; Hipertexto digital; Novas tecnologias

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.21709/casa.v13i2.8125



E-ISSN: 1679-3404