Perpetuando a invisibilidade e a mitificação de animais em uma coleção de livros infantis

Rui Pedro Fonseca

Resumo


Uma coleção designada por Os Animais da Quinta, dirigida ao público infantil, foi lançada, de acordo com a editora Planeta DeAgostini, com o intuito ser didática relativamente aos animais evocados. Este estudo pretendeu inquirir o didatismo desta coleção através de uma análise comparativa entre o caso de A Vaca (livro) e as práticas de exploração descritas pela literatura do setor agropecuário em Portugal. Concluiu-se que existem desfasamentos consideráveis entre as narrativas desta coleção comparativamente às realidades experienciadas pelos animais da indústria agropecuária. Ou seja, as narrativas em questão atuam em conformidade com uma cultura (alimentar) hegemónica, promovendo a invisibilidade e a mitificação – o que contribui para manter a separação emocional entre a população consumidora e os animais evocados.

Palavras-chave


Animais; Quinta; Agropecuária; Representações; Literatura Infantil;

Texto completo:

PDF


E-ISSN: 1982-4718
ISSN: 1414-0144

Licença Creative Commons
Revista Estudos de Sociologia by Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais da Faculdade de Ciências e Letras de Araraquara - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Proibição de realização de Obras Derivadas 3.0 Unported License.