Sociedades de controle: a interpretação deleuzeana de Foucault

Autores

  • Elton Corbanezi UFMT – Universidade Federal de Mato Grosso. Instituto de Ciências Humanas e Sociais. Programa de Pós-Graduação em Sociologia. Departamento de Sociologia e Ciência Política. Cuiabá

DOI:

https://doi.org/10.52780/res.11405

Palavras-chave:

Sociedades de controle, Relações de poder, Deleuze, Foucault,

Resumo

Este estudo pretende mostrar como o conceito de sociedades de controle – elaborado por Deleuze no início dos anos 1990 como diagnóstico das sociedades contemporâneas – provém da atualização que o autor realiza de Foucault ao interpretá-lo de modo singular. Nesse sentido, analisamos, inicialmente, como a noção aparece de forma embrionária em Um novo cartógrafo, texto em que Deleuze aborda Vigiar e punir no ano de publicação deste livro que se tornou incontornável no debate contemporâneo sobre controle social. Em seguida, investigamos as características do conceito deleuzeano de sociedades de controle, mostrando como os contornos de tal noção figura de maneira limitada na obra foucaultiana. Por fim, sugerimos que Deleuze captou o programa crítico de Foucault em Vigiar e punir ao formular um conceito cuja capacidade diagnóstica permanece atual na medida em que contribui para a análise do desenvolvimento das redes e dos dispositivos tecnológicos de controle.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Elton Corbanezi, UFMT – Universidade Federal de Mato Grosso. Instituto de Ciências Humanas e Sociais. Programa de Pós-Graduação em Sociologia. Departamento de Sociologia e Ciência Política. Cuiabá

Doutor e mestre em Sociologia pelo IFCH/Unicamp e graduado em Ciências Sociais (bacharelado e licenciatura) pela Unesp/Marília, tendo sido bolsista CNPq durante o doutorado e bolsista Fapesp durante o mestrado e a iniciação científica. Pesquisador do grupo de pesquisa Conhecimento, Tecnologia e Mercado (CTeMe - IFCH/Unicamp). Atualmente é professor adjunto do Departamento de Sociologia e Ciência Política da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) e exerce a função de Chefe de Departamento.

Downloads

Publicado

13/02/2019

Como Citar

Corbanezi, E. (2019). Sociedades de controle: a interpretação deleuzeana de Foucault. Estudos De Sociologia, 23(45). https://doi.org/10.52780/res.11405