O remix e o haxixe: cultura popular e autenticidade na globalização

Michel Nicolau Netto

Resumo


Vemos em nossa época um discurso – semelhante ao romantismo – que tende a contrariar os discursos universalistas em benefício das particularidades. Ao contextualizar esses discursos os insiro em uma relação mais ampla de poder permeada pelo processo de globalização, na qual a valorização pueril da cultura popular se mostra, na verdade, como uma faceta das novas formas capitalistas de apropriação econômica e simbólica da cultura.


Palavras-chave


Romantismo; Pós-modernismo; Globalização; Autenticidade; Identidade;

Texto completo:

PDF


E-ISSN: 1982-4718
ISSN: 1414-0144

Licença Creative Commons
Revista Estudos de Sociologia by Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais da Faculdade de Ciências e Letras de Araraquara - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Proibição de realização de Obras Derivadas 3.0 Unported License.