Sobre amores impossíveis e corpos improváveis

Fabrício Monteiro Neves, Vanessa Paula Ponte

Resumo


O foco do ensaio recai sobre a relação entre corpo e sociedade, levando em conta os processos sociais contemporâneos de subjetivação mediados pelo universo virtual. Para desenvolver nosso raciocínio, tomaremos como ponto de partida algumas passagens do filme de ficção-científica Ela (no original Her), lançado em 2013, pelo diretor Spike Jonze, o qual evidencia a relação entre humano e máquina. Discorreremos acerca das representações de corpo, amor, comunicação e subjetividade presentes na estrutura social da narrativa, tecendo uma reflexão acerca do substrato material das relações. No curso do texto, questionamos: os processos da vida social podem ser pensados sem a referência do corpo? A partir da análise do ciberespaço, de onde emergem instigantes fenômenos sociais, o artigo busca repensar modelos sociológicos que ainda se apresentam como obstáculos epistemológicos para a disciplina.


Palavras-chave


Corpo; Subjetivação; Ciberespaço; Interação social; Teoria dos sistemas;

Texto completo:

PDF


E-ISSN: 1982-4718
ISSN: 1414-0144

Licença Creative Commons
Revista Estudos de Sociologia by Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais da Faculdade de Ciências e Letras de Araraquara - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Proibição de realização de Obras Derivadas 3.0 Unported License.