Desenhando o campo da matemática: Aplicação dos conceitos de Pierre Bourdieu na educação matemática

Jose Vilani de Farias, Denise Silva Vilela

Resumo


A partir da teoria sociológica de Pierre Bourdieu e das pesquisas em Educação Matemática apresentamos, nesse artigo, uma interpretação da Matemática enquanto campo: com suas leis, agentes, capitais, disputas, gostos e distinções. Nosso objetivo foi desenhar o campo da matemática, a partir da análise de um Programa de mestrado profissional em matemática em rede nacional (Profmat). Esse programa foi idealizado e implantado pela Sociedade Brasileira de Matemática e pelo Instituto de Matemática Pura e Aplicada, instituições que, reconhecidas por desenvolver pesquisa de alto nível em matemática, não são reconhecidas no âmbito das pesquisas em formação de professores. A investigação sociológica, realizada mediante a elaboração da noção de campo, permitiu uma compreensão do Profmat como uma estratégia de valorização de uma prática Matemática e uma compreensão da Matemática enquanto um espaço hierarquizado de agentes em disputa pelo direito de definir o que é matemática e quem tem distinção suficiente para defini-la.

Palavras-chave


Campo da Matemática; Educação; Matemática acadêmica; Formação de Professores

Texto completo:

PDF


E-ISSN: 1982-4718
ISSN: 1414-0144

Licença Creative Commons
Revista Estudos de Sociologia by Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais da Faculdade de Ciências e Letras de Araraquara - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Proibição de realização de Obras Derivadas 3.0 Unported License.