Redes de políticas no agronegócio no estado de São Paulo: Formas de orquestração de interesses produtivos nos complexos agroindustriais citrícola e sucroalcooleiro

Autores

DOI:

https://doi.org/10.52780/res.12566

Palavras-chave:

Neoinstitucionalismo, Redes Políticas, Governança, Citricultura, Cana de açúcar,

Resumo

O agronegócio se organiza em redes de políticas. Orquestrações das associações de interesses são importantes para revelar o campo da governança política agroindustrial que cresceu com as políticas agrícolas em nível corporativista no Brasil, isto é, sob a regulação estatal da agricultura brasileira nos anos 1960 e 1970, e que se transformaram em governanças mais plurais ou em redes coordenadas e orientadas por negócio, por produto agrícola ou setor agroindustrial. O presente artigo mostra, por meio dos estudos dos casos agroindustriais citrícola e sucroalcooleiro no estado de São Paulo no período 1964/2010, as transformações mais importantes nas duas redes de políticas mais importantes do agronegócio paulista, a partir do campo teórico do neoinstitucionalismo político.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luiz Fernando de Oriani e Paulillo, UFSCar – Universidade Federal de São Carlos. São Carlos – SP – Brasil. 13565-905

Professor Titular do Departamento de Engenharia de Produção da Universidade Federal de São Carlos. Diretor do Centro de Ciências Exatas e de Tecnologia da Universidade Federal de São Carlos (2019/2022). Pós-Doutorado na FAO-ONU (2007). Doutor em Economia pelo Instituto de Economia da UNICAMP (2000). Pesquisador Visitante no "Instituto de Estudios Sociales Avanzados de España" (1999), na Universidade de Cordoba e na Universidade Complutense de Madri - Espanha. Mestre em Engenharia de Produção pela Universidade Federal de São Carlos (1994). Economista graduado pela Universidade Estadual Paulista (1991). Pesquisador da Fundação de Apoio Institucional ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico da UFSCar, integrando o Grupo de Ensino e Pesquisas Agroindustriais (Gepai) e o Núcleo de Estudos Organizacionais, ambos da UFSCar. Tem experiência na área de Economia, com ênfase em Economia Agroindustrial, Governanças e Redes, Ambiente Institucional, Complexos Agroindustriais e Competitividade. Tem direcionado projetos de pesquisa e de extensão nas seguintes temáticas: governanças, economia institucional, redes, complexos agroindustriais, competitividade industrial, políticas públicas e segurança alimentar.

 

Luiz Manoel Camargo de Moraes Almeida, UFSCar – Universidade Federal de São Carlos. Campus Lagoa do Sino. Buri – SP – Brasil. 18245-970 -

Professor Associado 1 do Centro de Ciências da Natureza do Campus Lagoa do Sino da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) na área de Desenvolvimento Territorial e Políticas Públicas. Pesquisador Colaborador do Programa de Mestrado e Doutorado em Desenvolvimento Territorial e Meio Ambiente do Centro Universitário de Araraquara-SP. Possui Pós-doutorado pela FEAGRI-UNICAMP na área de Políticas Públicas e Desenvolvimento Rural, Doutorado em Sociologia pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2006), Mestrado em Engenharia de Produção pela Universidade Federal de São Carlos (2002) e Graduação em Engenharia de Produção Agroindustrial pela Universidade Federal de São Carlos (1998). Tem direcionado projetos de pesquisa e de extensão nas temáticas de Desenvolvimento Territorial, Segurança Alimentar, Políticas Públicas, Agricultura Familiar e redes de cooperação.

Fabiana Ortiz Tanoue de Mello, FATEC-Lins – Faculdade de Tecnologia de Lins-SP. Lins – SP – Brasil. 16403-025

Possui graduação em Ciências Econômicas pela Universidade de São Paulo (1996), Mestrado e Doutorado em Engenharia de Produção pela Universidade Federal de São Carlos (2004 e 2008). É professora do Curso de Administração, Ciências Contábeis e Direito da Fundação Educacional de Penápolis (FUNEPE) e da Faculdade de Tecnologia de Lins (FATEC) no curso de Logística e Gestão da Produção. Ministra as disciplinas de Economia, Microeconomia, Logística, Gestão de Estoques e Administração da Produção. Atua principalmente nos seguintes temas de pesquisa: Economia Institucional, Logística, Produção, Agroenergia e Citricultura.

Downloads

Publicado

29/01/2020

Como Citar

Paulillo, L. F. de O. e, Almeida, L. M. C. de M., & Mello, F. O. T. de. (2020). Redes de políticas no agronegócio no estado de São Paulo: Formas de orquestração de interesses produtivos nos complexos agroindustriais citrícola e sucroalcooleiro. Estudos De Sociologia, 24(47). https://doi.org/10.52780/res.12566