Fact-checking: uma análise da checagem de informação política do projeto Truco!

Autores

  • Desirèe Luíse Lopes Conceição PUC-SP – Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais e Núcleo de Estudos em Arte, Mídia e Política (Neamp). São Paulo – SP https://orcid.org/0000-0002-2700-3864
  • Rosemary Segurado PUC-SP – Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais e Núcleo de Estudos em Arte, Mídia e Política (Neamp). São Paulo – SP https://orcid.org/0000-0002-3910-4603

Palavras-chave:

Internet, Discurso político, Ciberpolítica, Fact-checking, Checagem de informação,

Resumo

O artigo tem por objetivo analisar a produção e divulgação de informação política na plataforma digital Truco!, um projeto de fact-checking – checagem de informação – da Agência Pública desenvolvido para as eleições 2014. A iniciativa, uma das pioneiras no Brasil, levantava discursos dos candidatos à presidência no Horário Gratuito de Propaganda Eleitoral (HGPE) na televisão e verificava as declarações comparando-as com dados disponíveis. A conclusão da verificação, publicada na internet, revelava se as falas continham informações corretas, sem contexto, distorcidas ou falsas. A metodologia consistiu na elaboração de indicadores para coleta de dados primários e entrevistas individuais. Os resultados permitem identificar um trabalho de jornalismo investigativo de qualidade, revelando um processo para a checagem e a ampliação do conteúdo político sobre temáticas surgidas no HGPE. Assim, construiu-se um espaço de contrainformação, com possibilidade de pensar a prática de checagem para fazer frente a um fenômeno recente, os casos de fake news – notícias falsas.

Biografia do Autor

Desirèe Luíse Lopes Conceição, PUC-SP – Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais e Núcleo de Estudos em Arte, Mídia e Política (Neamp). São Paulo – SP

Mestre em Ciências Sociais pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP). Graduada em jornalismo pela mesma universidade e especializada em Mídia, Política e Sociedade pela Escola de Sociologia e Política de São Paulo (FESPSP). Pesquisadora do Núcleo de Estudos em Arte, Mídia e Política (Neamp/PUC-SP). Contato: deluise19@gmail.com

Rosemary Segurado, PUC-SP – Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais e Núcleo de Estudos em Arte, Mídia e Política (Neamp). São Paulo – SP

Mestre em Ciências Sociais pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, doutora em Ciências Sociais pela PUC-SP e pós-doutora em Comunicação Política pela Universidad Rey Juan Carlos de Madrid. Atualmente, é professora do Programa de Estudos Pós-graduados em Ciências sociais da PUC-SP e da Escola de Sociologia e Política de São Paulo (Fesp-SP), pesquisadora do Núcleo de Estudos em Arte Mídia e Política da PUC-SP (Neamp) e também editora da Revista Aurora. Contato: roseseg@uol.com.br

Downloads

Publicado

24/07/2020