“Não existem seres que não constituam nações semelhantes a vós”: Apontamentos sobre os animais não-humanos no Islam

Autores

  • Felipe Freitas de Souza UNESP- Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho". Faculdade de Ciências e Letras de Araraquara. Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais. Araraquara - SP https://orcid.org/0000-0002-7046-5714
  • Leandro Durazzo UFRN - Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Centro de Ciências Humanas Letras e Artes, Departamento de Antropologia. Natal - RN https://orcid.org/0000-0001-5160-2835

Palavras-chave:

Antropologia, Animais, Islam, Alcorão, Sunnah

Resumo

Na concepção islâmica, os animais não-humanos formam comunidades que se assemelham às dos animais humanos. A partir de trechos das principais fontes do Islam, o Alcorão e as narrativas da vida do Profeta Muhammad, este artigo estuda as relações entre humanos e não-humanos como sustentadas pela tradição islâmica. Considerados os elementos doutrinários e ontológicos dispostos em tais fontes, apontamos para a possibilidade de uma leitura não-antropocêntrica e não-especista do Alcorão que revelam questões antropológicas compatíveis com aspectos da chamada "virada ontológica". Conclui-se, daí, que a tradição do Islam não sugere que os humanos desenvolvam conhecimento sobre os animais apenas, mas que aprendam com os animais, dada a potencialidade pedagógica dessa relação para um melhor entendimento da condição humana.

Biografia do Autor

Felipe Freitas de Souza, UNESP- Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho". Faculdade de Ciências e Letras de Araraquara. Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais. Araraquara - SP

Doutorando em Ciências Sociais na UNESP - Faculdade de Ciências e Letras de Araraquara, Mestre em Educação Tecnológica pelo Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais (Campus 2), Licenciatura em Pedagogia pela UNESP - Faculdade de Ciências e Letras de Araraquara. Membro do Grupo de Antropologia em Contextos Islâmicos e Árabes da USP de Ribeirão Preto e do Núcleo de Antropologia da Imagem e Performance da UNESP de Araraquara.

Leandro Durazzo, UFRN - Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Centro de Ciências Humanas Letras e Artes, Departamento de Antropologia. Natal - RN

Doutor em Antropologia Social pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Mestre em Letras pela Universidade Federal de Pernambuco, Bacharelado e Licenciatura em Ciências Sociais pela UNESP - Faculdade de Ciências e Letras de Araraquara. Membro do Macondo: Artes, Culturas Contemporâneas e outras Epistemologias, Universidade Federal Rural de Pernambuco - Unidade Acadêmica de Serra Talhada.

Downloads

Publicado

05/01/2021