Pós-verdade, negacionismo e fake news

Ensaio introdutório

Autores

DOI:

https://doi.org/10.52780/res.v28iesp.1.18303

Palavras-chave:

Pós-verdade, Negacionismo, Fake news, Neoliberalismo

Resumo

Esta breve introdução ao dossiê apresenta os fenômenos da pós-verdade, do negacionismo e das fake news a partir de três perguntas. A primeira é “Qual a verdade da pós-verdade?”. A repsosta é que a pós-verdade não constitui um novo tipo de verdade, mas uma forma de descredibilizar o modo de justificação da verdade. A segunda pergunta é “O que o negacionismo nega?”. A resposta sugerida aponta que o negacionismo científico, em particular, nega não apenas teses científicas, mas nega sobretudo os próprios procedimentos de investigação científica. A terceira pergunta é “O que é falso nas fake news?”. A resposta visa mostrar que a falsidade das notícias falsas reside em seu caráter ideológico.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Antonio Ianni Segatto, Universidade Estadual Paulista (UNESP), Araraquara – SP – Brasil

Professor do Departamento de Ciências Sociais. Doutorado em Filosofia (USP).

Referências

BRITO, A. et al. O caminho da autocracia: estratégias atuais de erosão democrática. São Paulo: Tinta-da-China Brasil, 2023.

BROWN, W. Cidadania Sacrificial: neoliberalismo, capital humano e políticas de austeridade. Rio de Janeiro: Zazie Edições, 2018.

BROWN, W. Nas ruínas do neoliberalismo: a ascensão política antidemocrática no ocidente. São Paulo: Editora Politeia, 2019.

FRASER, N. Do neoliberalismo progressista a Trump – e além. Política & Sociedade, v. 17, n, 40, p. 43-64, 2018. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/politica/article/view/2175-7984.2018v17n40p43. Acesso em: 17 nov. 2022.

KROPF, S. P. Negacionismo científico. In: SZWAKO, J.; RATTON, J. L. (org.). Dicionários dos negacionismos no Brasil. Recife: Cepe, 2022.

McINTYRE, L. Post-truth. Cambridge, MA: MIT Press, 2018.

LYOTARD, J-F. O pós-moderno explicado às crianças: correspondência 1982-1985. Lisboa: Publicações Dom Quixote, 1987.

NOBRE, M. Limites da democracia: de junho de 2013 ao governo Bolsonaro. São Paulo: Todavia, 2022.

PERINI-SANTOS, E. Pós-verdade. In: SZWAKO, J.; RATTON, J. L. (org.). Dicionários dos negacionismos no Brasil. Recife: Cepe, 2022.

POPPER, K. Conjecturas e refutações. Brasília, DF: Editora UnB, 1982.

ROCHA, C.; SOLANO, E.; MEDEIROS, J. Bolsonarismo. In: SZWAKO, J.; RATTON, J. L. (org.). Dicionários dos negacionismos no Brasil. Recife: Cepe, 2022.

SAMPAIO, R. C. Fake news. In: SZWAKO, J.; RATTON, J. L. (org.). Dicionários dos negacionismos no Brasil. Recife: Cepe, 2022.

STAHL, T. Crítica da ideologia como crítica das práticas sociais: uma reconstrução expressivista da crítica da falsa consciência. Cadernos de Filosofia Alemã, v. 25, n. 1, p. 213-233, 2020. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/filosofiaalema/article/view/168050. Acesso em: 17 nov. 2022.

Publicado

01/08/2023

Como Citar

IANNI SEGATTO, A. Pós-verdade, negacionismo e fake news: Ensaio introdutório. Estudos de Sociologia, Araraquara, v. 28, n. esp.1, p. e023003, 2023. DOI: 10.52780/res.v28iesp.1.18303. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/estudos/article/view/18303. Acesso em: 21 maio. 2024.