Terceirização e acumulação flexível do capital: notas teórico-críticas sobre as mutações orgânicas da produção capitalista

Autores

  • Giovanni Alves

Palavras-chave:

Terceirização, Reestruturação produtiva, Precarização do trabalho, Sindicalismo, Acumulação flexível

Resumo

O objetivo deste ensaio é apresentar elementos teórico-críticos para apreender o processo de terceirização como sendo um traço compositivo da nova configuração do capitalismo flexível no contexto da mundialização do capital. A terceirização visa racionalizar, sob as novas condições da concorrência e acumulação capitalista, a exploração da força de trabalho assalariado no interior de um novo modo de cooperação capitalista: a cooperação complexa, etapa superior da grande indústria sob as condições da revolução informacional.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Como Citar

ALVES, G. Terceirização e acumulação flexível do capital: notas teórico-críticas sobre as mutações orgânicas da produção capitalista. Estudos de Sociologia, Araraquara, v. 16, n. 31, 2011. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/estudos/article/view/4513. Acesso em: 16 jun. 2024.