Economia e Punição: uma relação histórica na perspectiva das Ciências Sociais

Autores

  • Debora Regina Pastana

Palavras-chave:

Economia, Punição, Política,

Resumo

O tema central deste artigo é a associação histórica entre crime, mercado e punição analisada pelas Ciências Sociais. Estudos modernos e contemporâneos evocam tal associação, embora, muitas vezes, com referenciais absolutamente distintos. Rusche e Kirchheimer, Foucault e, mais recentemente, Garland e Christie, são apenas alguns exemplos de análises sociológicas que abordam a punição reconhecendo, em suas estruturas, as influências da forma econômica de organização social. O artigo, portanto, tem como objetivo realizar, criticamente, uma investigação sobre algumas das reflexões que abordaram, ou ainda abordam, o controle social e, mais precisamente, a punição, a partir de uma perspectiva relacional com a economia vigente. Esta escolha justifica-se, em primeiro lugar, porque a análise teóricometodológica dessa relação (punição/economia) é, ainda, pouco desenvolvida e, em segundo lugar, porque a imbricação entre a pesquisa histórica e os estudos sociológicos sobre a punição, embora seja tema relevante nas Ciências Sociais, ainda é escasso na Sociologia brasileira.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Como Citar

PASTANA, D. R. Economia e Punição: uma relação histórica na perspectiva das Ciências Sociais. Estudos de Sociologia, Araraquara, v. 17, n. 33, 2012. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/estudos/article/view/5428. Acesso em: 21 abr. 2024.