Formalismo e dialética

Autores

  • José Flávio Bertero

Palavras-chave:

Sociologia da representação, lutas simbólicas, campos sociais, economicismo, subjetivismo,

Resumo

Trata-se de uma reflexão crítica acerca do capítulo VI do livro O Poder Simbólico de Pierre Bourdieu (1989), que se propõe a examinar as lutas simbólicas, inspirando-se, sobretudo, na sociologia da representação, cuja formulação clássica é de Durkheim. Toma de empréstimo desse mesmo autor, através de Bachelard, o seu racionalismo, que lhe permite efetuar a separação entre "classe teórica" e "classe real". Conforme o enfoque crítico do artigo, a conseqüência inevitável desse procedimento é a negação de todo e qualquer ontologismo e a resultante formalização do conhecimento.

Downloads

Edição

Seção

Artigos