A voz subalterna de Joaquim Bentinho

Autores

  • Lays Matias Mazoti-Corrêa UNESP – Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho. Faculdade de Filosofia e Ciências. Marília – SP

Palavras-chave:

Subalternidade, Caipira, Cornélio Pires,

Resumo

Na modernidade, os grupos caipiras foram representados a partir de um padrão normativo articulado a referências “cultas” e “citadinas” de escritores cujas análises buscaram expurgar a alteridade e acabaram conferindo à condição de sua subalternidade: o silêncio. Pensando nesses aspectos, o presente texto busca investigar como a voz subalterna de Joaquim Bentinho se manifesta nas obras As estrambóticas aventuras de Joaquim Bentinho, de 1924, e A Continuação das estrambóticas aventuras de Joaquim Bentinho, de 1929, escritas por Cornélio Pires. Com uma prática literária e científica diletante direcionada para a valorização da cultura caipira, o autor teve que lidar com sua própria subalternidade nesses campos sociais. Ao se eleger como legítimo porta-voz caipira, sua empreitada exprime avanço frente àqueles/as que concebiam os/as caboclos/as somente a partir de uma quantidade negativa, ao passo que os limites que seu pensamento apresenta indicam a preservação do caráter uníssono de nossas epistemologias literárias e científicas.

Biografia do Autor

Lays Matias Mazoti-Corrêa, UNESP – Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho. Faculdade de Filosofia e Ciências. Marília – SP

Doutorado em andamento pela Unesp/Marília em Ciências Sociais. Mestre em História pela Universidade Estadual do Oeste do Paraná - UNIOESTE, Campus de Marechal Candido Rondon-PR. Possui graduação em História-Licenciatura na Universidade Federal do Mato Grosso do Sul, Campus de Três Lagoas-MS, UFMS/ CPTL. Na área de pesquisa tem atuado a partir das articulações entre História e Antropologia no estudo das culturas populares, com foco na cultura caipira, música caipira, humor e vida urbana na primeira metade do século XX. Foi professora bolsista no curso de Relações Internacionais da Unesp de Marília-SP nas disciplinas Introdução à História e Formação Histórica da América Latina e professora conferencista no curso de Ciências Sociais, ministrando a disciplina Sociologia da Cultura.

Downloads

Publicado

19/12/2016