A socialização da medicina no interior paulista: o caso de São Carlos-SP (1889-1988)

Fabio de Oliveira Almeida

Resumo


O artigo focaliza, entre 1889-1988, a interiorização da medicina socializada e o desenvolvimento econômico e político do interior paulista. Considera, em especial, o impacto da centralização política do Estado sobre o desenvolvimento brasileiro, a consequente ampliação da medicina estatal e seus efeitos sobre a autonomia profissional médica. A análise verifica o particular caso de socialização da medicina em São Carlos-SP, onde aqueles fatores sociais mostraram-se influentes no período, conferindo especificidades sobre a autonomia médica. Do ponto de vista desta autonomia, a socialização produziu efeitos positivos e negativos. A realidade são-carlense expressa um caso representativo de como se deu a socialização da medicina no interior paulista. A pesquisa investigou fontes bibliográficas, Atas da Sociedade Médica de São Carlos e o resultado de 15 entrevistas baseadas em história oral com médicos e cidadãos são-carlenses.


Palavras-chave


Interiorização; Socialização da medicina; Desenvolvimento; Autonomia profissional da medicina; São Carlos-SP;

Texto completo:

PDF


E-ISSN: 1982-4718
ISSN: 1414-0144

Licença Creative Commons
Revista Estudos de Sociologia by Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais da Faculdade de Ciências e Letras de Araraquara - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Proibição de realização de Obras Derivadas 3.0 Unported License.