Chamada para submissão de artigos científicos

19/01/2022

Tema: Literaturas de expressão feminina: do século XIX à contemporaneidade

Nos últimos anos, como reflexo das questões mundiais contemporâneas que levantaram movimentos feministas como o Me too, percebeu-se também no cenário acadêmico um maior interesse pela literatura de expressão feminina. Com a pandemia, a literatura escrita por mulheres ganhou espaço para além da academia, pois é notável o número de clubes do livro, páginas nas redes sociais e influenciadores digitais dedicados à leitura e à discussão tanto de obras de autoras de clássicos da literatura universal, como de autoras contemporâneas brasileiras ou estrangeiras.

A começar pelo trabalho fundamental de Mary Wollstonecraft com seu revolucionário A Vindication of the Rights of Woman de 1794, que influenciou todo o pensamento do século XIX, além do  pioneirismo de Jane Austen, que dentre tantas outras questões, colocou em xeque a condição da mulher naquela sociedade que adentrava o capitalismo agrário, tendo como única possibilidade de sobrevivência a dependência de um casamento bem sucedido, passando por outras grandes escritoras como as irmãs Brontë, Mary Shelley, George Eliot, Elizabeth Gaskell, Emily Dickinson, Louisa May Alcott, o século XIX consolida-se como momento inaugural e potente no que se refere à literatura de autoria feminina. Já o século XX traz novas ondas do feminismo, vozes imperativas como a de Virginia Woolf reivindicando Um teto todo seu (1929) para a mulher moderna, ao mesmo tempo que questiona a tradição literária feminina e a ausência de escritoras ao longo dos anos do cânone ocidental. 

O presente dossiê tem como objetivo propor uma reflexão sobre as bases da literatura de expressão feminina, a partir do século XIX, passando pelo século XX, e sobre a sua importância na história da literatura, até chegar nas discussões contemporâneas que envolvem um debate interseccional de gênero, raça e classe.

Eixos temáticos:

  • A mulher na sociedade
  • Escrita de autoria feminina
  • Literatura fantástica de expressão feminina
  • A crítica literária de autoria feminina
  • A mulher na poesia
  • A mulher no teatro
  • A mulher, a literatura e outras mídias
  • A mulher e a escrita autobiográfica

Prazo para submissão de trabalhos: de 17 de janeiro a 15 de março de 2022.

Organizadoras do volume:

  • Natália Corrêa Porto Barcellos (Universidade Estadual Paulista- UNESP)
  • Maria Aparecida de Oliveira (Universidade Federal da Paraíba- UFPB)
  • Andressa Cristina de Oliveira (Universidade Estadual Paulista- UNESP)