Antropofagia cultural em recepções brasileiras dos clássicos

Rodrigo Tadeu Gonçalves

Resumo


Este artigo procura estabelecer uma articulação entre os conceitos de antropofagia e suas ramificações na cultura brasileira, especialmente a partir dos modos como algumas possibilidades de recepções da antiguidade são perpassadas pela metáfora do canibalismo ou da antropofagia. A análise passeia superficialmente pelo “Manifesto Antropófago” de Oswald de Andrade, pelo poema “Finismundo” de Haroldo de Campos, pela montagem das Bacantes do Teatro Oficina e encerra com uma discussão sobre tradução e antropofagia.

Palavras-chave


Antropofagia; Recepção dos clássicos; Tradução;

Texto completo:

PDF (English)


Indexada por: /Indexed by:

Latindex 
Web of Science (Thomson Reuters)
Emerging Sources Citation Index (Thomson Reuters)
LLBA – Linguistic and Language Behavior Abstracts (Ulrichsweb: https://ulrichsweb.serialssolutions.com)
MLA – International Bibliography (Modern Language Associantion/ EBSCOhost, ProQuest)
Academic Search Alumni Edition (EBSCOhost)
Academic Seach Elite (EBSCOhost)
Fuente Academica Plus (EBSCOhost)
Dietrich’s Index Philosophicus (De Gruyter Saur)
IBZ – Internationale Bibliographie der Geistes und Sozialwissenschaftlichen Zeitschriftenliterature (De Gruyter Saur)
Internationale Bibliographie der Rezensionen Geistes und Sozialwissenschaftlicher Literatur (De Gruyter Saur)
C.I.R.C. - La Clasificación Integrada de Revistas Científicas
OCLC – WorldCat - Clase and Periodica
GeoDados

ISSN: 0103-815x

Licença Creative Commons
ITINERÁRIOS - Revista de Literatura is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Proibição de realização de Obras Derivadas 3.0 Unported License.