Dossiê I. K.: Ismail Kadaré e a questão homérica

Leonardo Francisco Soares

Resumo


O objetivo deste artigo é investigar o modo como o escritor albanês Ismail Kadaré recupera ficcionalmente a discussão em torno da “Questão Homérica” no seu romance Dossiê H (1981). Para tanto, toma-se como ponto de apoio pesquisas da área de estudos clássicos que lidam com a tradição oral, mais especificamente com a composição (oral) formular e temática na epopeia homérica. Dossiê H é um romance fundamental para se adentrar no universo ficcional de Ismail Kadaré, pois apresenta de modo evidente uma das principais características de sua literatura, que é o diálogo estabelecido com a cultura grega clássica e, em especial, com os poemas homéricos. Dialoga-se, em especial, neste artigo, com os estudos de Milman Parry (1930) e Albert B. Lord (1971), pesquisadores cuja teoria oralista serviu de referência para a construção dos protagonistas do romance de Ismail Kadaré.

Palavras-chave


Dossiê H; Estudos comparados de literatura; Ismail Kadaré; Questão Homérica;

Texto completo:

PDF


Indexada por: /Indexed by:

Latindex 
Web of Science (Thomson Reuters)
Emerging Sources Citation Index (Thomson Reuters)
LLBA – Linguistic and Language Behavior Abstracts (Ulrichsweb: https://ulrichsweb.serialssolutions.com)
MLA – International Bibliography (Modern Language Associantion/ EBSCOhost, ProQuest)
Academic Search Alumni Edition (EBSCOhost)
Academic Seach Elite (EBSCOhost)
Fuente Academica Plus (EBSCOhost)
Dietrich’s Index Philosophicus (De Gruyter Saur)
IBZ – Internationale Bibliographie der Geistes und Sozialwissenschaftlichen Zeitschriftenliterature (De Gruyter Saur)
Internationale Bibliographie der Rezensionen Geistes und Sozialwissenschaftlicher Literatur (De Gruyter Saur)
C.I.R.C. - La Clasificación Integrada de Revistas Científicas
OCLC – WorldCat - Clase and Periodica
GeoDados

ISSN: 0103-815x

Licença Creative Commons
ITINERÁRIOS - Revista de Literatura is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Proibição de realização de Obras Derivadas 3.0 Unported License.