Para compreender o mundo do trabalho na contemporaneidade: revisitando Robert Castel.

Caio Teixeira Penko

Resumo


Este artigo discute a recente produção teórica sobre o mundo do trabalho contemporâneo e, em especial, busca responder duas questões apresentadas por José Ricardo Ramalho e Marco Aurélio Santana, no artigo intitulado Trabalhadores, sindicatos e a nova questão social, em que envolvem os novos sentidos do trabalho. Para tanto, tem-se por referência a abordagem analítica de Robert Castel, com destaque para sua obra intitulada Metamorfoses da questão social: uma crônica do salário, em diálogo com outros teóricos do
tema. O próprio sentido do trabalho coloca-se, desta forma, em discussão diante das peculiaridades que refletem a recente dinâmica do capitalismo flexível.




Palavras-chave


Nova questão social; Mundo do trabalho; Robert Castel

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.32760/1984-1736/REDD/2010.v3i1.4394

Direitos autorais 2011 REDD – Revista Espaço de Diálogo e Desconexão

 

 

 

E-ISSN: 1984-1736

UNESP - Universidade Estadual Paulista / Araraquara
GT Trabalho e Trabalhadores Departamento Sociologia Rod. Araraquara - Jaú Km1 Bairro dos Machados Caixa Postal 174 CEP: 14.800-901 Araraquara - SP