O ENSINO DA ARGUMENTAÇÃO NOS PROCESSOS DE LEITURA E DE ANÁLISE LINGUÍSTICA NA EDUCAÇÃO BÁSICA

Erivaldo Pereira do Nascimento

Resumo


Neste artigo, refletimos sobre o ensino do fenômeno da argumentação na Educação Básica, com o objetivo de demonstrar como trabalhar a argumentatividade nos processos de leitura e de análise linguística, a partir de uma concepção linguístico-discursiva desse fenômeno da linguagem humana. Trata-se, portanto, de um trabalho reflexivo e propositivo, fundamentado em duas correntes teóricas: A Teoria da Argumentação no Discurso, proposta por Perelman (1999), e a Teoria da Argumentação na Língua, de Ducrot e seus colaboradores (1987, 1988, 1994). Neste trabalho, de maneira mais específica, mostraremos como, a partir de alguns gêneros textuais, é possível trabalhar habilidades e estratégias argumentativas, na sala de aula, considerando, entre outras coisas, as estratégias argumentativas retóricas e linguísticas mais frequentes no gênero e a relação entre conteúdo e argumentatividade. Mostraremos, ainda, atividades de análise linguística em que se observa o funcionamento de determinadas estratégias argumentativas presentes na estrutura da língua.

Palavras-chave


Argumentação; Ensino; Gêneros Discursivos; Análise Linguística

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.21709/casa.v13i2.7754



E-ISSN: 1679-3404