A construção social do mercado da construção civil nos anos 2000: o caso da habitação e o papel do Estado

Maria Chaves Jardim, Gabriela Lanza Porcionato

Resumo


Considerando o crescimento do setor da construção civil no Brasil na primeira década dos anos 2000, o artigo estuda, a partir desse grande mercado, a construção social do mercado da habitação entre 2002-2012, tendo como argumento que este mercado estaria enraizado em variáveis sociais, em especial o papel do Estado. O artigo assume como hipótese a importância do Estado na construção do mercado habitacional naquela década, identificando diversas iniciativas, como a criação do Ministério das Cidades, em 2003, o investimento em habitação feito pelo Programa de Aceleração do Crescimento e a criação de um programa específico para a habitação, o Programa Minha Casa Minha Vida. Concluímos tratar-se de uma opção politica do grupo dirigente que esteva no poder naquele momento. Tem como inspiração teórica, conceitos da sociologia econômica, disciplina que tem buscado aproximar fenômenos ditos econômicos, como os mercados, de análises sociológicas.

Palavras-chave


Construção Social dos Mercados; Mercado da Construção Civil; Mercado da Habitação;

Texto completo:

PDF


E-ISSN: 1982-4718
ISSN: 1414-0144

Licença Creative Commons
Revista Estudos de Sociologia by Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais da Faculdade de Ciências e Letras de Araraquara - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Proibição de realização de Obras Derivadas 3.0 Unported License.