Origem e ascensão do debate sobre o capital internacional na formação econômica brasileira (1889-1964)

Alexandre Macchione Saes, Fábio Antônio de Campos

Resumo


O artigo discute a origem e a ascensão do debate intelectual sobre o capital internacional na formação econômica brasileira, entre o início do período republicano e a eclosão do golpe militar em 1964. Esse período divide-se em “origem”, do final do século XIX a 1930, e “ascensão”, do Governo Vargas ao início do regime ditatorial em 1964. O primeiro momento situa os debates embrionários à problemática da atuação do capital estrangeiro que suscitaram as primeiras manifestações nacionalistas. A partir da Revolução de 1930, os governos se voltaram para a industrialização, mas tal estratégia jamais se mostrou plenamente autônoma à utilização de recursos externos. Nesse contexto histórico que, os pensadores brasileiros nos anos 50 e 60 passaram a debater sobre a questão do capital estrangeiro versus capital nacional naquele padrão de desenvolvimento que se consolidava.


Palavras-chave


Capital internacional; Vias de desenvolvimento; Debate intelectual;

Texto completo:

PDF


E-ISSN: 1982-4718
ISSN: 1414-0144

Licença Creative Commons
Revista Estudos de Sociologia by Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais da Faculdade de Ciências e Letras de Araraquara - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Proibição de realização de Obras Derivadas 3.0 Unported License.