O discurso por trás das fake news

Uma análise da desinformação propagada contra o Partido dos Trabalhadores (PT)

Autores

DOI:

https://doi.org/10.52780/res.v28iesp.1.17296

Palavras-chave:

Desinformação, Fake news, Análise de discurso, Esquerda, PT

Resumo

O termo “fake news” tornou-se complexo, e a literatura tem preferido o termo “desinformação” por ser mais abrangente e conseguir compreender todo tipo de conteúdo veiculado. O presente estudo tem como objetivo investigar o discurso propagado contra o Partido dos Trabalhadores (PT), propondo uma tipologia das fake news utilizadas, a fim de entender quais os temas fizeram parte da agenda política, que foram desmentidas pelas agências/sites de checagem e a análise do seu conteúdo e discurso. As fake news são propostas por um sujeito interessado em trazer temas específicos para o debate político. Metodologicamente, o trabalho usa da Análise de Conteúdo e do Discurso Semiolinguístico.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Miguel Quessada, Universidade Federal de São Carlos

Doutorando em Ciência Política (UFSCar) e em Comunicação (UFPR). Mestre em Ciência Política (UFSCar).

Referências

ALMEIDA, R. Deus acima de Todos. In: ABRANCHES, S. et al. Democracia em Risco? 22 ensaios sobre o Brasil hoje. São Paulo: Companhia das Letras, 2019.

ALONSO, A. A comunidade moral bolsonarista? In: ABRANCHES, S. et al. Democracia em Risco? 22 ensaios sobre o Brasil hoje. São Paulo: Companhia das Letras, 2019.

BELLO, E.; CAPELA, G.; KELLER, R. Operação Lava Jato: ideologia, narrativa e (re)articulação da hegemonia. Rev. Direito e Práx., Rio de Janeiro, v. 12, n. 3, p. 1645-1678, 2021. Disponível em: https://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/revistaceaju/article/view/53884. Acesso em: 17 fev. 2022.

BERNARDI, A. J.; COSTA, A. Populismo e fake news na era da pós-verdade: comparações entre Estados Unidos, Hungria e Brasil. Cadernos de Campo, Araraquara, n. 28, p. 385-412, 2020. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/cadernos/article/view/13690. Acesso em: 20 nov. 2022.

BRUZZONE, A. Ciberpopulismo: política e democracia no mundo digital. São Paulo: Contexto, 2021.

CASTELLS, M. O poder da identidade. 3. ed. São Paulo: Paz e Terra, 2002.

CASTELLS, M. Ruptura: A crise da democracia liberal. São Paulo: Zahar, 2018.

CHARAUDEAU, P. A conquista da opinião pública: como o discurso manipula as escolhas políticas. São Paulo: Contexto, 2016.

CHARAUDEAU, P. Discurso das Mídias. São Paulo: Contexto, 2018.

CHARAUDEAU, P. Discurso Político. São Paulo: Contexto, 2019.

DILUAR, M. A complexidade do conceito do populismo: o populismo clássico latino-americano e os debates atuais sobre o conceito. Orientador: Prof. Dr. Marcelo Santos. 2020. 101 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais) – Faculdade de Ciências e Letras, Universidade Estadual Paulista, Araraquara, 2020.

FERREIRA, W.; TEIXEIRA, A. P. Agenda setting. In: MARCONDES FILHO, C. Dicionário da comunicação. São Paulo: Paulus, 2009.

GALLEGO, E.; ORTELLADO, P.; MORETTO, M. Guerras culturais e populismo antipetista nas manifestações por apoio à operação Lava Jato e contra a reforma de previdência. Em Debate: Periódico de Opinião Pública e Conjuntura Política, Belo Horizonte, ano 9, n. 2, p. 35-45, 2017.

LIRA, C. Caixa-preta do BNDES revela R$ 576 bilhões desviados durante o governo do PT. Boatos.org, 2020. Disponível em: https://www.boatos.org/politica/caixa-preta-bndes-576-bilhoes-desviados-pt.html. Acesso em: 22 ago. 2021.

MARIANI, B. S. C. O PCB e imprensa: os Comunistas no imaginário dos jornais (1922-1989). Rio de Janeiro: Revan; Campinas, SP: UNICAMP, 1998.

MCCOMBS, M.; SHAW, D. The agenda-setting function of mass media. Public Opinion Quaterly, v. 36, n. 2, p.176-182, 1972. Disponível em: https://www.jstor.org/stable/2747787. Acesso em: 10 out. 2022.

PRZERWORSKI, A. Crises da Democracia. Rio de Janeiro: Zahar, 2020.

PT. Partido dos Trabalhadores. Nossa História. 2023. Disponível em: https://pt.org.br/nossa-historia/. Acesso em: 14 mar. 2023.

RECUERO, R. Desinformação, mídia social e COVID-19 no Brasil: relatório, resultados e estratégias de combate. Pelotas: MIDIARS - Grupo de Pesquisa em Mídia Discurso e Análise de Redes Sociais, 2021.

RÊGO, A. R.; BARBOSA, M. A construção intencional da Ignorância. Rio de Janeiro: MAUAD, 2020.

SCHREIBER, M. Lava Jato atingiu partidos de forma proporcional, mas PT foi foco de Moro, aponta estudo. BBC, 2022. Disponível em: https://www.bbc.com/portuguese/brasil-62990375. Acesso em: 05 nov. 2022.

SOLANO, E. A bolsonarização do Brasil. In: ABRANCHES, S. et al. Democracia em Risco? 22 ensaios sobre o Brasil hoje. São Paulo: Companhia das Letras, 2019.

SOUZA, M. C. C. A Nova República sobre a espada de Dâmocles. In: STEPAN, A. Democratizando o Brasil. São Paulo: Paz e Terra, 1988.

TORMEY, S. Populismo: uma breve introdução. São Paulo: Cultrix, 2019.

TSE. Tribunal Superior Eleitoral. Estatísticas do eleitorado – Eleitores filiados. Brasília, DF: TSE, 2023. Disponível em: https://www.tse.jus.br/eleitor/estatisticas-de-eleitorado/filiados. Acesso em: 14 mar. 2023.

Publicado

01/08/2023

Como Citar

QUESSADA, M. O discurso por trás das fake news: Uma análise da desinformação propagada contra o Partido dos Trabalhadores (PT). Estudos de Sociologia, Araraquara, v. 28, n. esp.1, p. e023010, 2023. DOI: 10.52780/res.v28iesp.1.17296. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/estudos/article/view/17296. Acesso em: 26 maio. 2024.