Abordagens sobre riscos na sociedade contemporânea: uma reflexão envolvendo a sociedade haitiana

Fabiane Rosa Gioda, Marcia Grisotti, Carmem Silvia Rial

Resumo


As reflexões provenientes da teoria da sociedade de risco no mundo contemporâneo preveem mudanças, não só no plano pessoal mas também institucionais, onde adequações nos padrões globais de produção e consumo são condicionantes para a prevenção de diversos riscos aos quais a população está cada vez mais suscetível. O artigo pretende analisar as potencialidades e limites do debate contemporâneo sobre os riscos (especialmente os relacionados à saúde) quando aplicado ao contexto da sociedade haitiana. Mostramos as peculiaridades do debate sobre as correlações: saúde-predisposição genética e saúde-estilo de vida, próprias do debate sobre os riscos à saúde nas sociedades desenvolvidas, em contraste com os aspectos sócio econômicos, que envolvem o conceito de risco no contexto de uma sociedade extremamente vulnerável. Os fatores de risco não estão separados da influência do contexto socioeconômico e cultural e a noção de risco nesta sociedade apresenta outra significação quando comparada às sociedades desenvolvidas, sendo eminentemente emergencial e pragmática.


Palavras-chave


Sociedade de risco; Haiti; Vulnerabilidade; Pobreza;

Texto completo:

PDF


E-ISSN: 1982-4718
ISSN: 1414-0144

Licença Creative Commons
Revista Estudos de Sociologia by Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais da Faculdade de Ciências e Letras de Araraquara - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Proibição de realização de Obras Derivadas 3.0 Unported License.