Regulamentação e avanço educacional em cenário de digitalização televisiva e convergência

Autores

  • Valério Cruz Brittos UNISINOS – Universidade do Vale do Rio dos Sinos / São Leopoldo - RS
  • Nadia Helena Schneider UNISINOS – Universidade do Vale do Rio dos Sinos / São Leopoldo - RS

Palavras-chave:

Economia política da comunicação, Políticas de comunicação, Processos midiáticos, Comunicação e educação, Mídias audiovisuais, Comunicação e capitalismo,

Resumo

Diante da imperatividade de uma Lei de Comunicação Social, a qual deve estabelecer o novo marco regulatório das comunicações no Brasil, em sintonia com a digitalização, o presente artigo busca refletir sobre a alteração legislativa em relação à confluência TV digital e educação. Televisão e escola formam um binômio presente na trajetória da educação desde o surgimento desse meio de comunicação, tendo em vista sua grande força como produtora de sentidos e significados, atuando, especialmente, como agente de socialização. Nessa direção, a TV Escola é um exemplo, cujas perspectivas ampliam-se com a digitalização televisiva. Assim, torna-se crucial compreender os movimentos das políticas públicas de áreas como radiodifusão e educação, em cenário de convergência, bem como o quadro do principal projeto de educação via televisão, uma vez que tais dinâmicas podem traçar horizontes e definir os modos de interação entre pessoas, organizações e instituições públicas e privadas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Como Citar

Brittos, V. C., & Schneider, N. H. (2008). Regulamentação e avanço educacional em cenário de digitalização televisiva e convergência. Estudos De Sociologia, 13(24). Recuperado de https://periodicos.fclar.unesp.br/estudos/article/view/869