A DÁDIVA DO AQUILOMBAMENTO: IDENTIDADE QUILOMBOLA E UNIVERSIDADE ATRAVÉS DO OLHAR DA SOCIOLOGIA ECONÔMICA

Jamile do Carmo Sandes, Thais Joi martins

Resumo


No presente ensaio, buscaremos refletir sobre a relação entre ensino superior público e estudantes quilombolas, uma vez que com a política de interiorização das universidades e a democratização do acesso às mesmas, sujeitos historicamente excluídos passam a existir nestes espaços e mais do que isso, a pautar essa existência tecendo estratégias simbólicas e materiais de resistência. Traremos aspectos teóricos da Sociologia Econômica, visando aproximá-la de nosso tema de pesquisa através de conceitos como os de Marcel Mauss e Émile Durkheim, Mark Granovetter, Viviana Zelizer, tais como, a dádiva, o altruísmo e a construção de redes, as esferas econômicas e sociais, respectivamente, como ferramentas de trocas essenciais para manutenção de grupos.


Palavras-chave


Quilombolas, Universidade, Dom, Altruísmo, Redes.



DOI: https://doi.org/10.32760/1984-1736/REDD/2019.v11i2.13810

Direitos autorais 2020 REDD – Revista Espaço de Diálogo e Desconexão

 

 

 

E-ISSN: 1984-1736

UNESP - Universidade Estadual Paulista / Araraquara
 Rod. Araraquara - Jaú Km1 Bairro dos Machados Caixa Postal 174 CEP: 14.800-901 Araraquara - SP