A cidadania a partir de 1930 e sua relação com as categorias profissionais: uma leitura sobre o emprego doméstico

Rachel Barros de Oliveira

Resumo


O trabalho discute a mudança ocorrida na estrutura da sociedade brasileira a partir da década de 1930 e tem como foco de análise a construção da cidadania no Brasil pelo processo de incorporação das massas populares na estrutura de governo. Autores como Luiz Werneck Vianna, Francisco Corrêa Weffort e Wanderley Guilherme do Santos mostram que a participação popular e sindical aparece como importante instrumento de legitimação governamental e para consolidação de direitos na forma de leis. Entendendo esta dinâmica como primordial para a definição de cidadania no Brasil, utilizo como exemplo a categoria de trabalhadores domésticos. Através dos conceitos de “cidadania regulada” de Wanderley Guilherme dos Santos e de “cidadania de geometria variável” de Bruno Lautier, proponho uma reflexão sobre esta profissão, abordando a perspectiva da construção de uma cidadania que se origine da ocupação profissional.

Palavras-chave


Emprego doméstico; Sindicalismo; Legislação trabalhista; Cidadania

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.32760/1984-1736/REDD/2009.v2i1.2187

Direitos autorais 2009 REDD – Revista Espaço de Diálogo e Desconexão

 

 

 

E-ISSN: 1984-1736

UNESP - Universidade Estadual Paulista / Araraquara
 Rod. Araraquara - Jaú Km1 Bairro dos Machados Caixa Postal 174 CEP: 14.800-901 Araraquara - SP