Considerações sobre o aumento da produtividade do trabalho e suas consequências para os professores e demais trabalhadores do funcionalismo público

Alexandre Junqueira Prado Gasparotti Nunes, Waldete Aparecida Junqueira Prado Gasparotti Nunes

Resumo


Este artigo procura realizar uma discussão em que se articulam elementos teóricos sobre o problema do aumento da produtividade do trabalho no modo capitalista de produção e seus impactos sobre o emprego e as condições de trabalho, especialmente dos professores e dos servidores públicos. Argumenta-se que o aumento da produtividade do trabalho é uma necessidade imanente ao funcionamento do modo capitalista de produção e também a chave para entender como ocorrem as crises capitalistas e o fenômeno do desemprego. Também é analisada a política de transposição do parâmetro de produtividade da empresa privada para a administração pública e as suas repercussões sobre as condições de trabalho dos funcionários públicos e dos professores.

Palavras-chave


Aumento da produtividade; Desemprego; Precarização do trabalho;

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.32760/1984-1736/REDD/2013.v6i2.6447

Direitos autorais 2013 REDD – Revista Espaço de Diálogo e Desconexão

 

 

 

E-ISSN: 1984-1736

UNESP - Universidade Estadual Paulista / Araraquara
GT Trabalho e Trabalhadores Departamento Sociologia Rod. Araraquara - Jaú Km1 Bairro dos Machados Caixa Postal 174 CEP: 14.800-901 Araraquara - SP