Considerações sobre a experiência urbana dos loteamentos residenciais murados

Murilo Petito Cavalcanti

Resumo


Condomínios fechados e demais loteamentos residenciais murados têm se destacado nas últimas décadas como produto rentável para o setor imobiliário, sobretudo quando direcionados as camadas mais abastadas da sociedade. O presente trabalho tem por objetivo abordar esses empreendimentos do ponto de vista de seu impacto sobre a morfologia urbana das cidades e das formas de uso e apropriação dos espaços que se originam a partir da imposição da barreira física dos muros.


Palavras-chave


Loteamentos residenciais murados; Condomínios fechados; Morfologia urbana; Espaço público.

Texto completo:

PDF PDF (English)

Referências


BAUMAN, Zygmunt. Modernidade Líquida. Rio de Janeiro: Zahar, 2001.

BAUMAN, Zygmunt. Tempos Líquidos. Rio de Janeiro: Zahar, 2007.

BENJAMIN, Walter. Baudelaire e a modernidade. São Paulo: Autentica, 2015.

BONDUKI, Nabil Georges. Os pioneiros da habitação social: vol. 1. São Paulo: Editora UNESP; Edições Sesc SP, 2014.

CALDEIRA, Teresa. Cidade de Muros: crime, segregação e cidadania em São Paulo. São Paulo: Edusp, 2011.

CARLOS, Ana Fani Alessandri. A Condição Espacial. São Paulo: Contexto, 2018.

CERTEAU, Michel; GIARD, Luce; MAYOL, Pierre. Invenção do Cotidiano Vol. 2. Petrópolis: Editora Vozes, 2013.

DAVIS, Mike. Planeta Favela. São Paulo: Boitempo Editorial, 2006.

EHRENBERG, Alain. O Culto da Performance. São Paulo: Ideias e Letras, 2010.

ENGELS, Friedrich. A situação da classe trabalhadora na Inglaterra. São Paulo: Boitempo Editorial, 2008.

HARVEY, David. O Enigma do Capital e as Crises do Capitalismo. São Paulo: Boitempo Editorial, 2011.

JACOBS, Jane. Morte e Vida nas Grandes Cidades. São Paulo: Martins Fontes, 2000.

LEFEBVRE, Henri. O Direito à cidade. São Paulo: Centauro Editora, 2016.

LIMONAD, Ester. Reflexões sobre o espaço, o urbano e a urbanização. GEOgrafia – Ano 1 – nº 1, 1999. Disponível em: < https://www.researchgate.net/publication/303895969_Reflexoes_sobre_o_Espaco_o_Urbano_e_a_Urbanizacao>. Acesso em: 23 de outubro de 2019.

MAIA, R. C. M. Sociabilidade: apenas um conceito? GERAES – Revista de Comunicação Social n. 53, 2001. Disponível em: . Acesso em: 23 de outubro de 2019.

RAPOSO, Rita. Condomínios fechados, tempo, espaço e sociedade: uma perspectiva histórica. Cadernos Metrópole, v. 14, n. 27, p. 171 – 196, 2012.

RIBEIRO, L. C. de Q. Dos cortiços aos condomínios fechados. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1996.

RODRIGUES, Arlete Moysés. Propriedade fundiária urbana e controle socioespacial urbano. XIII Coloquio Internacional de Geocrítica El control del espacio y los espacios de control Barcelona, 5-10 de mayo de 2014. Disponível em: . Acesso em: 23 de outubro de 2019.

SASSEN, Saskia. Expulsões: Brutalidade e complexidade na economia global. Rio de Janeiro/ São Paulo: Paz & Terra, 2016.

SEABRA, Odette. Territórios do uso: cotidiano e modo de vida. Cidades. v. 1, n. 2, p. 181- 206, 2004.

SIMMEL, Georg. As grandes cidades e a vida do espírito. Mana. Rio de Janeiro, v. 11, n. 2, pp. 557-591, 2005.

SIMMEL, Georg. Questões fundamentais de sociologia: indivíduo e sociedade. Tradutor Pedro Caldas. Rio de Janeiro: Zahar, 2006.

SPOSITO, M. E. B; GÓES, E. M. Espaços fechados e cidades: insegurança urbana e fragmentação socioespacial. São Paulo: Editora Unesp, 2013.




DOI: https://doi.org/10.29373/sas.v8i2.13085



 

 

Rev. Sem Aspas, Araraquara, SP, Brasil, e-ISSN  2358-4238

DOI Prefix: 10.29373/semaspas

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.