Literatura e análise social: morte e vida severina como referência de interpretação sociológica

Autores

DOI:

https://doi.org/10.29373/sas.v9i2.13662

Palavras-chave:

Literatura, Sociologia, Morte e vida Severina

Resumo

O presente artigo pretende abordar a relação entre a Literatura e as Ciências Sociais, tendo como base os pensamentos de Gildo Marçal Brandão e Antonio Candido, mostrando como o texto literário contribui para construção do pensamento científico em relação a análise social. Para exemplificar a relevância e tornar a discussão inteligível, este artigo buscou como referência o poema Morte e vida Severina e mostra como a narrativa literária é relevante diante da interpretação da realidade social, mesmo que ela não tenha o rigor do método científico.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Thiago Rodrigues Costa, Universidade Estadual Paulista (UNESP), Araraquara – SP

Graduando em Ciências Sociais.

Referências

BISPO, M. M. G. Morte e vida severina: uma análise cultural. Revista Fórum Identidades, Ano III, v. 6, n. 3, jul./dez. 2009.

BRANDÃO, G. M. Linhagens do pensamento político brasileiro. São Paulo: Editora Hucitec, 2007.

CANDIDO, A. Introdução. In: CANDIDO, A. Formação da literatura brasileira: momentos decisivos. 7. ed. Belo Horizonte/Rio de Janeiro: Editora Itatiaia, 1993. p. 23-37.

GASPAR, L. João Cabral de Mello Neto. Pesquisa Escolar Online. Recife: Fundação Joaquim Nabuco, 2018. Disponível em: http://basilio.fundaj.gov.br/pesquisaescolar/. Acesso em: 01 dez. 2019.

MELO NETO, J. C. Morte e vida severina e outros poemas. Rio de Janeiro: Objetivo: 2007.

PINHEIRO NETO, J. E. Geografia e literatura: a paisagem geográfica e ficcional em Morte e Vida Severina da João Cabral de Melo Neto. Boletim Campineiro de Geografia, v. 2, n. 2, 2012.

SCHWARZ, R. Nacional por subtração. In: SCHWARZ, R. Que horas são? Ensaios. São Paulo: Companhia das Letras, 1994. p. 29-48.

SECCHIN, A. C. Poesia completa: João Cabral de Melo Neto. 1. ed. Lisboa: Glaciar: 2014.

SOARES, A. M. S. O Poema, construção às avessas: uma leitura de João Cabral de Melo Neto. Rio Janeiro: Tempo Brasileiro; Brasília: INL, 1978.

Publicado

01/03/2021

Como Citar

COSTA, T. R. Literatura e análise social: morte e vida severina como referência de interpretação sociológica. Revista Sem Aspas , [S. l.], v. 9, n. 2, p. 187–195, 2021. DOI: 10.29373/sas.v9i2.13662. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/semaspas/article/view/13662. Acesso em: 6 maio. 2021.

Edição

Seção

Artigos