O "Coronel Sydnei": trajetória de um empresário negro em Curitiba desde os anos 50

Autores

  • Benno Warken Alves

DOI:

https://doi.org/10.29373/sas.v1i1.6978

Palavras-chave:

Trajetória, Ascensão social, Relações raciais, Curitiba,

Resumo

Neste artigo analisamos a trajetória do militar, político e empresário Sydnei Lima Santos, negro nascido no Rio de Janeiro que teceu boa parte da sua história em Curitiba. Mudou-se para a cidade em 1951 e fundou vinte e dois anos mais tarde, em 1973, o que viria a ser uma das maiores Universidades do estado do Paraná, a Tuiuti. Analisamos os caminhos de sua ascensão social, especifi camente o exército, a política, as relações pessoais e o campo do ensino privado, buscando compreender as possibilidades mais ou menos abertas ao negro em uma sociedade curitibana de meados do século XX que passava por importantes transformações modernizadoras. Exploramos alguns indicadores estatísticos dessas transformações e a sua “ideologia conservadora” própria, formulada por alguns intelectuais locais a partir dos anos 50. Com isso, tornamos possível compreender o sentido da trajetória e de algumas das suas vicissitudes no contexto local específi co e em relação com discussões mais amplas sobre as “relações raciais” no Brasil.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Como Citar

ALVES, B. W. O "Coronel Sydnei": trajetória de um empresário negro em Curitiba desde os anos 50. Revista Sem Aspas , Araraquara, v. 1, n. 1, p. 127–138, 2012. DOI: 10.29373/sas.v1i1.6978. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/semaspas/article/view/6978. Acesso em: 20 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos