As ciências sociais: entre a avaliação e a relevância

Michel Nicolau Netto

Resumo


O sistema de avaliação de pós-graduação garantiu que as pesquisas científicas nas universidades públicas brasileiras se mantivessem resistentes às ameaças que frequentemente sofrem. Contudo, quanto mais hegemônico se tornou esse sistema, mais os pesquisadores transformaram suas regras na própria noção de relevância científica, esvaziando a capacidade das ciências sociais influenciarem outros campos do saber. Neste artigo analiso esse processo e busco notar como ele leva, paradoxalmente, à perda da autonomia do campo das ciências sociais em função da importância que assumem a mídia e o clamor por pesquisas mais utilitárias. Concluirei defendendo a autonomia do campo das ciências sociais e da universidade pública, mas por outros meios, que recoloquem suas capacidades em atuarem no mundo, deformando os campos da ordem.


Palavras-chave


Ciências sociais; Autonomia; Sistema de avaliação; Cientometria;

Texto completo:

PDF


E-ISSN: 1982-4718
ISSN: 1414-0144

Licença Creative Commons
Revista Estudos de Sociologia by Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais da Faculdade de Ciências e Letras de Araraquara - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Proibição de realização de Obras Derivadas 3.0 Unported License.