Processos de socialização, práticas de cultura e legitimidade cultural

Maria da Graça Jacintho Setton

Resumo


Estas reflexões têm como intenção considerar as práticas de cultura com origem nos processos socializadores. Para desenvolver esta idéia apresentarei o argumento em três eixos. O primeiro deles se refere à proximidade entre sociologia da cultura e sociologia da educação, explorando a importância da noção de socialização. Em seguida, explorarei, no conceito de habitus, na medida em que ele permite observar as práticas como uma forma de expressividade dos indivíduos e ou dos grupos e entendê-la enquanto um diálogo estabelecido entre individuo e sociedade; por último terei apoio na noção de distinção, pois ela permite compreender que as práticas além de integrar cumprem a função de classifi car hierarquicamente os agrupamentos sociais.


Palavras-chave


Socialização; Práticas de cultura; Distinção;

Texto completo:

PDF


E-ISSN: 1982-4718
ISSN: 1414-0144

Licença Creative Commons
Revista Estudos de Sociologia by Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais da Faculdade de Ciências e Letras de Araraquara - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Proibição de realização de Obras Derivadas 3.0 Unported License.