Direito e Ciências Sociais

Uma reflexão acerca de como instrumentos das Ciências Sociais podem contribuir para o desenvolvimento da pesquisa no campo jurídico

Autores

DOI:

https://doi.org/10.29373/sas.v12i00.17215

Palavras-chave:

Pesquisa empírica, Direito, Ciências Sociais, Metodologia

Resumo

O presente artigo científico objetiva demonstrar como instrumentos inseridos na área das Ciências Sociais podem contribuir para o campo jurídico. Para isso, a abordagem da relação entre ambas as esferas pontuará (i) as possíveis razões do distanciamento; (ii) as inevitáveis consequências dessa ausência de diálogo; (iii) e, por meio de exemplos, demonstrar que pesquisas que utilizaram métodos de áreas das Ciências Sociais puderam enxergar além do Direito, a fim de denotar a necessidade de se estreitarem os laços do mesmo campo, mesmo que com diferentes olhares. Desse modo, será possível compreender como essas duas esferas que não dialogam entre si podem contribuir para o avanço do campo jurídico.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Augusto Bergo, Universidade Estadual Paulista

Graduando em Ciências Sociais. Graduado em Direito (UNIARA).

Jamil Gonçalves do Nascimento Junior, Universidade Estadual Paulista

Doutorando em Direito. Mestre em Direito (USP/FDRP). Graduado em Direito (USP/SP).

Referências

ALVES DA SILVA, P. E. “Rumo a uma sociopolítica do direito processual: experiências de diálogo interdisciplinar no campo do direito”. In: ALVES DA SILVA, P. E. et al. (org.). Interdisciplinaridade e Métodos de Pesquisa em Direito. São Carlos: Pedro & João Editores, 2022. p. 139-165.

BECKER, H. S. Métodos de pesquisa em Ciências Sociais. São Paulo: HUCITEC, 1993.

BEDÊ, F. S.; SOUSA, R. Por que a área do direito não tem cultura de pesquisa de campo no Brasil? Revista Brasileira de Políticas Públicas, Brasília, v. 8, n. 1, p. 781-796, 2018. DOI: https://doi.org/10.5102/rbpp.v8i1.4944. Disponível em: http://www.publicacoesacademicas.uniceub.br/RBPP/article/view/4994/3703. Acesso em: 11 set. 2023.

BOURDIEU, P. Os usos sociais da ciência: por uma sociologia clínica do campo científico. Trad. Denise Bárbara Catani. São Paulo: UNESP, 2004.

DEMO, P. Avaliação sob o olhar propedêutico. Campinas, SP: Papirus, 1996.

DEMO, P. Argumento da autoridade x autoridade do argumento: interfaces da cidadania e da epistemologia. Rio de Janeiro: Tempo brasileiro, 2005.

DUMONT, H.; BAILLEUX, A. Esquisse d’une théorie des ouvertures interdisciplinaires accessibles aux juristes. Droit et Société, n. 75, p. 275-293, 2010. Disponível em: https://www.cairn.info/revue-droit-et-societe1-2010-2-page-275.htm. Acesso em: 11 set. 2022.

FEYERABEND, P. Contra o método. São Paulo: Unesp, 2011.

GARCIA, M. Novos Horizontes epistemológicos para a pesquisa em Direito: “Descentrar o sujeito, “entrevistar” o sistema e “dessubstancializar” as categorias jurídicas. Revista de Estudos Empíricos em Direito, [S. l.], v. 1, n. 1, p. 182-210, 2014. DOI: 10.19092/reed.v1i1.13. Disponível em: http://revistareed.emnuvens.com.br/reed/article/view13/13. Acesso em: 11 set. 2023.

JAPIASSU, H. Interdisciplinaridade e patologia do saber. Rio de Janeiro: Imago, 1976.

KANT LIMA, R.; BAPTISTA, B. G. L. Como a antropologia pode contribuir para a pesquisa de campo? Um desafio metodológico. Anuário Antropológico, Brasília, v. 39, n. 1, p. 9-37, 2014. Disponível em: http://periodicos.unb.br/index.php/anuarioantropologico/article/view/6840/6888. Acesso em: 11 set. 2023.

PEDRINA, G. M. L. et. al. Habeas Corpus no Supremo Tribunal Federal. São Paulo: Thomson Reuters Brasil, 2019.

SADEK, M. T. Pesquisa Empírica em Direito: A pesquisa empírica em Direito e a pesquisa em Ciências Sociais. Ipea: Rede de Pesquisa Empírica em Direito, Rio de Janeiro, 2013. Disponível em: http://repositorio.ipea.gov.br/bitstream/11058/2377/1/Livro_pesquisa%20empirica%20em%20direito%.pdf. Acesso em: 12 set. 2023.

VILLAS BÔAS FILHO, O. Desafios da pesquisa interdisciplinar: As Ciências Sociais como instrumentos de “vigilância epistemológica” no campo dos estudos sociojurídicos. Revista Estudos Institucionais Journal of Institutional Studies, [S. l.], v. 5, n. 2, p. 530-558, 2019. DOI: 10.21783/rei.v5i1.301. Disponível em: http://estudosinstitucionais.emnuvens.com.br/REI/article/view/301. Acesso em: 12 set. 2023.

WARAT, L. A. Epistemologia e ensino do Direito: o sonho acabou. Florianópolis: Fundação Boiteux, 2004.

Publicado

22/11/2023

Como Citar

BERGO, A.; NASCIMENTO JUNIOR, J. G. do. Direito e Ciências Sociais: Uma reflexão acerca de como instrumentos das Ciências Sociais podem contribuir para o desenvolvimento da pesquisa no campo jurídico. Revista Sem Aspas , Araraquara, v. 12, n. 00, p. e023010, 2023. DOI: 10.29373/sas.v12i00.17215. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/semaspas/article/view/17215. Acesso em: 23 fev. 2024.