Zygmunt Bauman: a sociedade contemporânea e a sociologia na modernidade líquida

Autores

  • Larissa Pascutti de Oliveira

DOI:

https://doi.org/10.29373/sas.v1i1.6970

Palavras-chave:

Modernidade líquida, Capitalismo, Razão Instrumental, Consumismo,

Resumo

O objetivo deste trabalho é fazer uma breve análise das ideias do sociólogo contemporâneo Zigmunt Bauman sobre as mudanças ocorridas na sociedade após o advento da modernidade até atingir a condição atual, à luz das Ciências Sociais e suas perspectivas. A partir da abordagem fenomenológico-hermêneutica, procurou-se caracterizar as circunstâncias da passagem da modernidade sólida para a líquida e suas implicações na economia e cultura do século XXI.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Como Citar

OLIVEIRA, L. P. de. Zygmunt Bauman: a sociedade contemporânea e a sociologia na modernidade líquida. Revista Sem Aspas , [S. l.], v. 1, n. 1, p. 25–35, 2012. DOI: 10.29373/sas.v1i1.6970. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/semaspas/article/view/6970. Acesso em: 3 out. 2022.

Edição

Seção

Artigos