Implantação de Terapia Comunitária online: tecnologia do cuidado em tempos de pandemia

Autores

DOI:

https://doi.org/10.26673/tes.v16iesp.1.14319

Palavras-chave:

Terapia comunitária integrativa online, Tecnologia em saúde, Cuidado coletivo humanizado, Inovação.

Resumo

De repente em março de 2020 nos vimos confinados e isolados em nossos lares, em função uma crise sanitária global advinda de uma pandemia, causada pela contaminação de um vírus chamado COVID-19. Esta crise sanitária, gerou também, uma crise nos determinantes sociais da saúde, principalmente os ligados à economia, a educação e a cultura. Mas também gerou uma outra crise, a psicossocial, onde populações atingidas pelos efeitos dos danos mentais causados pela pandemia e situação de isolamento, apresentaram sinais importantes de estresse. É neste cenário que a Terapia Comunitária Integrativa, até então realizada presencialmente, se renova e se reinventa. Este artigo relata a experiência de implantação da Terapia Comunitária Integrativa online no Brasil e apresenta os resultados do Polo Afinando vidas na contribuição da melhoria da qualidade vida e da saúde mental individual e coletiva da população brasileira.

Biografia do Autor

André Luiz Pereira Silva, Instituto Afinando Vidas, São Paulo – SP

Psicólogo e Terapeuta Comunitário.

Doralice Otaviano, Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina – Hospital São Paulo SPDM/HSP, São Paulo – SP

Psicóloga no programa Recomeço Família e Coordenadora do curso de Terapia Comunitária no Instituto Afinando Vidas. Doutora em Terapia Familiar pela International Corporate University (I.C.U./CAIFCOM).

Fernanda Cruz Vieira Ferreira, Instituto Afinando Vidas, São Paulo – SP

Psicóloga e Terapeuta Comunitária.

Jurema Valkiria Otaviano, Instituto Afinando Vidas, São Paulo – SP

Terapeuta Comunitária. Mestrado em Bioética (USC).

Jussara Otaviano, Universidade Anhembi Morumbi (UAM), São Paulo – SP

Docente do Departamento de Ciências da Saúde. Mestrado em Educação (UNIBAN).

Neusa Oliveira, Instituto Afinando Vidas, São Paulo – SP

Assistente social e Psicóloga Terapeuta de Família e Terapeuta Comunitária.

Wellington Palmieri Donizete, Universidade Anhanguera de São Paulo (UNIAN), São Paulo – SP

Graduando no curso de Psicologia e Terapeuta Comunitário no Instituto Afinando Vidas.

Referências

ABRATECOM. Associação Brasileira de Terapia Comunitária Integrativa. 2020. Disponível em: https://www.abratecom.org.br/. Acesso em: 24 ago. 2020.

ALMEIDA, H. P. Repercussão do Isolamento social na incidência de transtorno do estresse pós traumático. 2020. Monografia (Trabalho de Conclusão do Curso de Medicina) – Universidade Anhembi Morumbi, São Paulo, 2020.

ALVES, R. Tudo sobre o coronavírus - Covid-19: da origem à chegada ao Brasil. Estado de Minas Nacional, 2020. Disponível em: https://www.em.com.br/app/noticia/nacional/2020/02/27/interna_nacional,1124795/tudo-sobre-o-coronavirus-covid-19-da-origem-a-chegada-ao-brasil.shtml. Acesso em: 2 set. 2020.

BARRETO A. P. Terapia comunitária: passo a passo. 5. ed. Fortaleza: LCR, 2019.

BARRETO, A. et al. Integrative Community Therapy in the Time of the New Coronavirus Pandemic in Brazil and Latin America. World Soc Psychiatry, v. 2, n. 2, p. 103-105, 2020. Disponível em: http://www.worldsocpsychiatry.org/temp/WorldSocPsychiatry22103-7349955_202459.pdf. Acesso em: 28 set. 2020.

BRASIL. Política Nacional de Humanização. 1. ed. 1 reimp. Brasília, 2013. Disponível em: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/politica_nacional_humanizacao_pnh_folheto.pdf. Acesso em: 20 ago. 2020.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Manual de implantação de serviços de práticas integrativas e complementares no SUS. Brasília, DF: Ministério da Saúde, 58 p., 2018.

COELHO, M. O.; JORGE, M. S. B. Tecnologia das relações como dispositivo do atendimento humanizado na atenção básica à saúde na perspectiva do acesso, do acolhimento e do vínculo. Ciência & Saúde Coletiva, v. 14, supl. 1, p. 1523-1531, 2009. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/csc/v14s1/a26v14s1.pdf. Acesso em: 15 ago. 2020.

CORREA, H. A saúde mental em xeque. Associação médica de Minas Gerais, abr. 2020. Disponível em: https://ammg.org.br/noticia/artigo-humberto-correa/. Acesso em: 02 set. 2020.

CRISTOPH, A. Psicología del miedo: temores, angustias y fobias. 5. ed. Barcelona: Kairos, 2010.

DAUMAS P. R. et al. O Papel da Atenção Primária na Rede de Atenção à Saúde no Brasil Limites e Possibilidades no Enfrentamento da covid-19. Cadernos de Saúde Pública, Rio de Janeiro, v. 36, n. 6, jul. 2020. Disponível em: http://cadernos.ensp.fiocruz.br/csp/artigo/1093/. Acesso em: 23 ago. 2020.

ECCARD, A. F. C. Ensaios Filosóficos. 2018. Disponível em: www.ensaiosfilosoficos.com.br. Acesso em: 29 abr. 20

ESCOLA POLITÉCNICA DE SAUDE JOAQUIM VENÂNCIO. Dicionário da educação profissional em saúde. Rio de Janeiro: EPSJV, 308 p., 2006. ISBN 85-98768-16-2.

GOIS, M. M. J. Relatório de utilização do SisRodas: Sistema de Registro de Rodas de Terapia Comunitária Integrativa. Curitiba, PR, 2020. Disponível em: http://acreditarecompartilhar.com.br/rodas/. Acesso em: 2 set. 2020.

MORENS D. M. et al. Emerging infections: a perpetual challenge. Lancet Infect Dis., v. 8, n. 11, p. 710-719, nov. 2008. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC2599922/. Acesso em: 25 maio. 2020.

OMS. ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DA SAÚDE. Folha informativa COVID-19 - Escritório da OPAS e da OMS no Brasil. 2020. Disponível em: https://www.paho.org/pt/covid19. Acesso em: 23 ago. 2020.

OPAS. ORGANIZAÇÃO PAN-AMÉRICA DE SAÚDE. Folha informativa COVID-19 - Escritório da OPAS e da OMS no Brasil. 2020. Disponível em: https://www.paho.org/pt/covid19. Acesso em: 2 set. 2020.

ORNELL, F. Pandemia de medo e Covid-19: impacto na saúde mental e possíveis estratégias. Braz. J. Psychiatry, v. 42, n. 2, p. 232-5, 2020. Disponível em: https://d494f813-3c95-463a-898c-ea1519530871.filesusr.com/ugd/c37608_a7ff70b1615f4ffcbc7d672de1822add.pdf. Acesso em: 02 set. 2020.

REARDON, S. Ebola's mental-health wounds linger in Africa: health-care workers struggle to help people who have been traumatized by the epidemic. Nature, v. 519, n. 7541, 2015.

REZENDE, J M À sombra do plátano: crônicas de história da medicina [online]. São Paulo: Editora Unifesp, 2009. Disponível em: http://books.scielo.org/id/8kf92. Acesso em: 2 set. 2020.

ROCHA, I. A. Terapia comunitária integrativa: situações de sofrimento emocional e estratégias de enfrentamento apresentadas por usuários. Rev. Gaúcha Enferm., Porto Alegre, v. 34, n. 3, p. 155-162, set. 2013. Disponível em http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1983-14472013000300020&lng=pt&nrm=iso. Acesso em: 02 set. 2020.

SANAR. Pandemias na História: o que há de semelhante e de novo na Covid-19. 2020. Disponível em: https://www.sanarmed.com/pandemias-na-historia-comparando-com-a-covid-19. Acesso em: 29 abr. 2020.

SHALDERS, A. Quais são as principais medidas do governo brasileiro contra o Coronavírus até agora? BBC News Brasil, 2020. Disponível em: https://www.bbc.com/portuguese/brasil-51889723. Acesso em: 02 set. 2020.

SHIGEMURA, J. et al. Respostas públicas ao novo coronavírus 2019 no Japão: consequências para a saúde mental e populações-alvo. Psychiatry and Clinical Neurosciences, v. 74, n. 4, p. 281-282, 2020. Disponível em: https://onlinelibrary.wiley.com/doi/full/10.1111/pcn.12988. Acesso em 02 set. 20. DOI: https://doi.org/10.1111/pcn.12988

SUPER INTERESSANTE. As grandes epidemias da história. 2004. Disponível em: https://super.abril.com.br/saude/as-grandes-epidemias-ao-longo-da-historia/. Acesso em: 29 abr. 2020.

Publicado

21/10/2020