O Projovem campo saberes da terra e sua contribuição para a formação e desenvolvimento do capital social pelos jovens agricultores (as) familiares

Autores

DOI:

https://doi.org/10.26673/rtes.v13.n1.jan-jun2017.3.9512

Palavras-chave:

Política pública. Educação de jovens e adultos. Qualificação profissional. Capital social. ProJovem.

Resumo

O Projovem Campo – Saberes da Terra, é uma modalidade do ProJovem, uma política pública do Ministério de Educação, através da DPEJUN/SECADI/MEC, em parceria com a secretaria de Educação do Estado, no nível fundamental de Educação de Jovens Adultos, unificando qualificação social e profissional, visando à potencialização das capacidades dos jovens do campo, com idades entre 18 e 29 anos. Apresentaremos a temática juventude e contemporaneidade, através de um breve histórico do tema em questão, e a política pública para o segmento da juventude, na área de educação, o programa Projovem Campo- Saberes da Terra. Analisaremos essa experiência escolar à luz da teoria do capital social, ligadas à capacitação de jovens e adultos agricultores (as), sob a perspectiva oficial de educação, dentro da orientação metodológica do Projovem Campo Saberes da Terra, com vistas a contribuir para uma interpretação crítica da construção de capital social pelos jovens agricultores (as).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Elaine Aparecida de Souza Apolonio, Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Unesp/Faculdade de Ciências e Letras.

Formada em Pedagogia PUC/SP.

Mestre em Educação Escolar - Unesp/FCLAR

Doutoranda em Ciências Sociais - Unesp/FCLAR

Referências

BOURDIEU, P. O capital social — notas provisórias. In: NOQUEIRA, M. A. e CATANI, A. (org.). Escritos de educação. 4ª. ed. Petrópolis, Rio de Janeiro: Editora Vozes, p. 65-69. 1998.

BOURDIEU, P. Le capital social: notes provisoires, Actes de la recherche en sciences sociales, vol. 31, París, Centro de Sociología Europeo, 1980

BRASIL. Ministério da Educação/Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade; Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica. Projeto Base: ProJovem Campo –Saberes da Terra, edição 2009.

BRASIL. Lei n. 8.069, de 13 de julho de 1990. Dispõe sobre o Estatuto da Criança e do Adolescente e dá outras providências. Lex: Estatuto da Criança e do Adolescente.

BRASIL. Lei nº 12.852 de 5 de agosto de 2013. Institui o Estatuto da Juventude e dispõe sobre os direitos dos jovens, os princípios e diretrizes das políticas públicas de juventude e o Sistema Nacional de Juventude - SINAJUVE. In: Diário Oficial da República Federativa do Brasil, Brasília, DF, 6. ago. 2013.

BRASIL. Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística IBGE. Diretoria de Pesquisas Coordenação de População e Indicadores Sociais Estudos e Pesquisas Informação Demográfica e Socioeconômica número 29 – 34 Síntese de Indicadores Sociais - Uma análise das condições de vida da população brasileira 2012/2015. Rio de Janeiro: IBGE, 2015. 137p.

CACCIA-BAVA A.; SILVESTRE, E.; SILVA, P. C. da O figurino do capital social e do controle social: experiências públicas sobre infância no Brasil.Segurança Urbana e Juventude, Araraquara, v.1, n.2, 2008

CALIARI, H. F.; SIQUEIRA, M. S. Conversando sobre juventude. In: Lutas Sociais e Exercício Profissional no Contexto da crise do capital: mediações e a consolidação do projeto ético-político do Serviço Social, XIII Congresso Brasileiro de Assistentes Sociais, Anais. Brasília: CFESS, CRESS 8ª Região, ABEPSS, ENESSO, 2010.

CUNHA, P. R. C. da. A participação política juvenil e o conhecimento sobre políticas públicas de juventude no Brasil. Revista Segurança Urbana e Juventude, Araraquara, v. 4, n.1-2, 2011.

KERBAUY, M. T. M. Políticas de juventude: políticas públicas ou políticas governamentais? Estudos de Sociologia, Araraquara, 18/19, 193-203, 2005

DURSTON, J. Construção do Capital Social em comunidades rurais (Onde ele não existe). Santiago – Chile: CEPAL, 1998.

DURSTON, J. ¿Qué és el capital social comunitario? División de Desarrollo Social.

Serie Políticas Sociales. Santiago do Chile, jul. 2000.

FRANCO, A. de. Capital Social: Leituras de Tocqueville, Jacobs, Putnam, Fukuyama, Maturana, Castells e Levy. Instituto de Política Milenium, 2001

MOLINA, M. C. (Org.) Educação do campo e pesquisa: questões para reflexão. Brasília: INCRA, NEAD/ MDA, 2006.

OLIVEIRA, E. C.; BARBOSA F. C. J. Educação de jovens e adultos e educação do campo: políticas públicas e os sentidos do direito à Educação. Inter-Ação, Goiânia, v. 36, n. 2, p. 413-431, jul. /dez. 2011.

PARIZOTTO, A. P. A. V.; TONELLI, M. J. F. Juventude: desafiando a definição predominante através dos tempos. Psicologia Argumento, Curitiba, v. 23, n. 41 p. 91-92, abr./jun. 2005. Resenha: GROPPO, L. A. (2000). Juventude: ensaios sobre sociologia e história das juventudes modernas. Rio de Janeiro: Difel.

SAVAGE, J. A Criação da Juventude - como o conceito de teenager revolucionou o século XX, tradução: Talita M. Rodrigues, Rio de Janeiro: Rocco, 2009.

SILVA, R. S. da.; SILVA, V. R. da Política Nacional de Juventude: trajetória e desafios. Caderno CRH, Salvador, v. 24, n. 63, p. 663-678, 2011.

Downloads

Publicado

01/06/2017

Como Citar

DE SOUZA APOLONIO, E. A. O Projovem campo saberes da terra e sua contribuição para a formação e desenvolvimento do capital social pelos jovens agricultores (as) familiares. Temas em Educação e Saúde , Araraquara, v. 13, n. 1, p. 24–40, 2017. DOI: 10.26673/rtes.v13.n1.jan-jun2017.3.9512. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/tes/article/view/9512. Acesso em: 12 ago. 2022.

Edição

Seção

Artigos - Área da Educação