Alimentação saudável

Um olhar com base na sociologia econômica, nas práticas de consumo de elites e de em práticas bifurcacionais de influencers francesas

Autores

DOI:

https://doi.org/10.52780/res.v27i00.15244

Palavras-chave:

Sociologia econômica, Elites, Alimentação saudável, Influencers digitais

Resumo

O artigo apresentado conta com inspiração da Sociologia Econômica e buscará analisar o tema da alimentação saudável na França. Para isso, analisaremos discursos de blogueiras e influencers francesas adeptas deste tipo de alimentação na rede social do Instagram. Nosso objetivo é trabalhar com três proposições teóricas: desvendar algumas estratégias representacionais e simbólicas das agentes estudadas para além do homo economicus; verificar propriedades elitizadas veiculadas com base em um mercado de luxo; averiguar a evidência dos gostos e disposições dos agentes, bem como, de fragmentos de trajetórias e motivações eventuais e ocasionais para direcionar esse tipo de consumo. O método utilizado será a análise dos conteúdos da rede social de forma qualitativa. Nossa análise evidencia a averiguação e a afirmação das três proposições de pesquisa supracitadas.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Thais Joi Martins, Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), Cruz das Almas – BA – Brasil

Professora Adjunta. Pós-Doutorado na Université de la Sorbonne. Doutorado em Ciência Politica (UFSCAR).

Publicado

30/06/2022

Como Citar

Martins, T. J. (2022). Alimentação saudável: Um olhar com base na sociologia econômica, nas práticas de consumo de elites e de em práticas bifurcacionais de influencers francesas . Estudos De Sociologia, 27(00), e022010. https://doi.org/10.52780/res.v27i00.15244