Abuso na infância: uma abordagem através da terapia comunitária integrativa e a dinâmica da pérola

Nastia Branca Bernardelli Lacerda de Souza, Blanca de Souza V. Morales

Resumo


A violência intrafamiliar contra a mulher (sexual, física ou psicológica) compromete as relações afetivas na vida adulta. O trauma do abuso em mulheres foi trabalhado na tese da primeira autora. A sensibilização para a fala das mulheres vítimas do abuso sexual se deu por meio de palestras sobre autoconhecimento, autoestima, saúde emocional, comunicação e relacionamento conjugal. Por experiência da pesquisadora, essas mulheres, após as palestras, sentem-se encorajadas a revelar o segredo. Foram convidadas a participarem de entrevistas semiestruturadas, e de dois encontros interventivos, com os cinco passos da Terapia Comunitária Integrativa e o modelo da Dinâmica da Pérola, modificada e denominada Dinâmica da Esponja. Nos resultados, evidenciou-se que o sofrimento perpetuou-se, interferindo na convivência conjugal, com ênfase maior na esfera da intimidade e sexualidade.


Palavras-chave


Abuso sexual; Relações conjugais; Terapia comunitária integrativa; Dinâmica da esponja;

Texto completo:

PDF




Temas em Educ. e Saúde, Araraquara, SP, Brasil, e-ISSN 2526-3471, ISSN 1517-7947

Prefixo DOI: 10.26673/rtes

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.