A produção escrita em sala de aula de Português como Língua Estrangeira/Segunda Língua: quando e como intervir

Autores

DOI:

https://doi.org/10.29051/el.v7iesp.6.15381

Palavras-chave:

Português Língua Estrangeira/Segunda Língua (PLE/PL2), Formação inicial de professores, Produção textual

Resumo

Uma das preocupações mais recorrentes dos professores de Português como Língua Estrangeira/Segunda Língua (PLE/L2), principalmente nos estágios iniciais da sua formação docente, abrange a correção das produções escritas. O objetivo deste trabalho é apresentar aspectos que envolvam a “correção” das produções textuais de estudantes de PLE/L2 e discutir quando e como intervir nessas produções, com base nos dados apresentados na investigação de Cruz (2019), os quais foram gerados a partir das observações de aulas e entrevistas realizadas com todos(as) os(as) participantes; da implementação de um conjunto de atividades e também dos relatórios de estágio do(a)s professore(a)s em formação. Inicialmente, apresenta-se as concepções de língua/linguagem e de ensino-aprendizagem que conduziram e conduzem as ações da pesquisadora fora e dentro da sala de aula; em seguida, discute-se aspectos que podem envolver a “correção” das produções textuais supracitadas e, por fim, apresenta-se algumas proposições para a intervenção do(a) professor(a) nas produções escritas.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Sara Oliveira da Cruz, Universidade Federal da Bahia (UFBA), Salvador – BA – Brasil

Programa de Pós-Graduação em Língua e Cultura. Núcleo de Estudos em Língua, Cultura e Ensino (Lince/CNPQ) e Observatório de Português Língua Estrangeira/Segunda Língua (ObsPLE-PL2, CNPQ). Mestrado em Língua e Cultura, na área de Linguística Aplicada, especialista em Educação a Distância e graduada em Letras Vernáculas e Português como Língua Estrangeira.

Referências

BRASIL. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Anísio Teixeira (INEP). Documento base do exame Celpe-Bras [recurso eletrônico]. Brasília, DF: INEP, 2020. Disponível em: https://www.ufrgs.br/acervocelpebras/arquivos/manuais/documento-base-do-exame-celpe-bras. Acesso em: 18 jun. 2021.

BRASIL. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP). A redação no Enem 2020: cartilha do participante. Brasília, DF: INEP, 2020. Disponível em: https://download.inep.gov.br/publicacoes/institucionais/avaliacoes_e_exames_da_educacao_basica/a_redacao_do_enem_2020_-_cartilha_do_participante.pdf. Acesso em: 18 jun. 2021.

CANDAU, V. M. Direitos humanos, educação e interculturalidade: as tensões entre igualdade e diferença. Revista brasileira de educação, v. 13, n. 37, p. 54, 2008. Disponível em: https://www.scielo.br/j/rbedu/a/5szsvwMvGSVPkGnWc67BjtC/?format=pdf&lang=pt. Acesso em: 06 ago. 2021.

CRUZ, S O. Fiz um blog, e daí? Uma experiência sobre o ensino e a formação inicial de professores de português como língua estrangeira/segunda língua em perspectiva intercultural e crítica. 2019. 263 f. Dissertação (Mestrado em Língua e Cultura) – Programa de Pós-Graduação em Língua e Cultura, Instituto de Letras, Universidade Federal da Bahia (UFBA), Salvador, BA, 2019.

MENDES, E. Aprender a ser e a viver com o outro: materiais didáticos interculturais para o ensino de Português LE/L2. In: SCHEYERL, D. C. M.; SIQUEIRA, S. Materiais didáticos para o ensino de línguas na contemporaneidade: contestações e proposições. Salvador, BA: Editora da Universidade Federal da Bahia (EDUFBA), 2012.

MENDES, E. Abordagem Comunicativa Intercultural (ACIN): uma proposta para ensinar e aprender língua no diálogo de culturas. 2004. 432 f. Tese (Doutorado em Linguística Aplicada) – Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), Campinas, SP, 2004. Disponível em: https://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/269430. Acesso em: 06 ago. 2021.

MENDES, E. Língua, Cultura e formação de Professores: Por uma Abordagem de Ensino Intercultural. In: MENDES, E.; CASTRO, M. L. S. (org.). Saberes em português: ensino e formação docente. Campinas, SP: Pontes, 2008.

MENDES, E. O português como língua de mediação cultural: por uma formação intercultural de professores e alunos de PLE. In: MENDES, E. (org.) Diálogos Interculturais: ensino e formação em português língua estrangeira. Campinas, SP: Pontes Editores, 2011. p. 137-158.

RAYO, J. T. Educação em direitos humanos: rumo a uma perspectiva global. Ed. Artmed, 2004.

SOUZA, M. I.; FLEURI, R. M. Entre limites e limiares de culturas: educação na perspectiva intercultural. In: FLEURI, R. M. Educação intercultural: mediações necessárias. Rio de Janeiro: DP&A, 2003. p. 68.

Publicado

28/12/2021

Como Citar

CRUZ, S. . O. da. A produção escrita em sala de aula de Português como Língua Estrangeira/Segunda Língua: quando e como intervir. Revista EntreLinguas, Araraquara, v. 7, n. esp.6, p. e021139, 2021. DOI: 10.29051/el.v7iesp.6.15381. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/entrelinguas/article/view/15381. Acesso em: 20 maio. 2022.