Submissões

O cadastro no sistema e posterior acesso, por meio de login e senha, são obrigatórios para a submissão de trabalhos, bem como para acompanhar o processo editorial em curso. Acesso em uma conta existente ou Registrar uma nova conta.

Condições para submissão

Como parte do processo de submissão, os autores são obrigados a verificar a conformidade da submissão em relação a todos os itens listados a seguir. As submissões que não estiverem de acordo com as normas serão devolvidas aos autores.
  • A contribuição é original e inédita, e não está sendo avaliada para publicação por outra revista; caso contrário, deve-se justificar em "Comentários ao editor".
  • O arquivo da submissão está em formato Microsoft Word (doc.), OpenOffice ou RTF.
  • URLs para as referências foram informadas quando possível.
  • O texto segue os padrões de estilo e requisitos bibliográficos descritos em Diretrizes para Autores, na página Sobre a Revista.
  • A identificação de autoria do trabalho foi removida do arquivo e da opção Propriedades no Word, garantindo desta forma o critério de sigilo da revista, caso submetido para avaliação por pares (ex.: artigos), conforme instruções disponíveis em Assegurando a Avaliação Cega por Pares.
  • As referências bibliográficas devem ser incluídas no Metadados

Diretrizes para Autores

Cadernos de Campo: Revista de Ciências Sociais publica artigos inéditos de autores brasileiros ou estrangeiros. Os artigos poderão ser redigidos em português, espanhol, inglês ou francês. A revista se reserva o direito de publicar o artigo na língua original ou em tradução, de acordo com decisão do Comitê Editorial, desde que com a anuência do autor.

Ao enviar seu trabalho para a Revista Cadernos de Campo, o(s) autor(es) concordam que seus artigos serão licenciados sob a Licença Creative Commons Attribution (CC-BY).

Esta licença permite que outros distribuam, remixem, adaptem e criem a partir do seu trabalho, mesmo para fins comerciais, desde que lhe atribuam o devido crédito pela criação original. É a licença mais flexível de todas as licenças disponíveis. É recomendada para maximizar a disseminação e uso dos materiais licenciados.

A Revista Cadernos de Campo não cobra nenhum tipo de taxas ou impostos para a submissão, avaliação e publicação de artigos. 

SUBMISSÃO.

Os autores devem realizar o cadastro (Login/Senha) no site da revista, na seção Submissões Online, preencher corretamente o perfil e escolher a opção autor. Feito isso, ir para submissões ativas e iniciar o processo de submissão através do link, no qual irá realizar os cinco passos básicos:

1-Início: Iniciar o processo de submissão, confirmando se está de acordo com as condições estabelecidas pela revista (marcando as caixas de seleção das condições e da declaração de direito autoral) e selecionar a seção artigos;

2-Inclusão de metadados: indicar os dados principais – nome, sobrenome, e-mail, título, resumo, referências bibliográficas e registro do ORCID.

3-Transferência de manuscritos: realizar a transferência do arquivo para o sistema;

4-Transferência de documentos suplementares: realizar a transferência de arquivos com informações suplementares, que funcionam como um apêndice ou anexo ao texto principal, como instrumentos de pesquisa, conjuntos de dados e tabelas, que seguem os padrões de ética de avaliação, fontes de informação normalmente não disponíveis para leitores, ou figuras ou tabelas que não podem ser integradas ao texto em si.

5-Confirmação: Concluir a submissão.

Após os cinco passos, o autor deve aguardar o e-mail do editor e neste ínterim pode acompanhar todo o fluxo de seu trabalho, da submissão, aceite, avaliação, reedição do original até a publicação. Os artigos, após a submissão, são designados aos avaliadores definidos pelo conselho ou editores da revista, normalmente professore doutores com familiaridade com o tema. A política de seleção dos artigos, ensaios, entrevistas, traduções e ensaios fotográficos é definida pelos membros do Conselho Editorial, Consultivo e os Editores da revista, disponibilizadas na seção Sobre a RevistaProcesso de Avaliação por Pares.

Obs: Para todos os manuscritos, a linguagem não discriminatória é obrigatória. Termos sexistas ou racistas jamais nunca devem ser usados. 

FORMATAÇÃO

Artigo/Ensaio

Artigo/Ensaio: Deve ser enviado em formato: .odt; .rtf; .docx ou .doc (desde que não ultrapassem 5MB). Fonte Times New Roman 12, espaçamento 1,5, alinhamento justificado, parágrafo de 1,25cm, formato de página A4, margens esquerda e superior de 3 cm e direita e inferior de 2cm. Nesse padrão, os textos deverão ter um mínimo de 32 mil caracteres e um máximo de 65 mil caracteres (com espaços). Incluindo títulos, notas e referências bibliográficas e excluindo os resumos. Os resumos (Resumo e Abstract - no máximo de 150 palavras) e palavras-chave e keywords (no máximo cinco), devem estar em português e inglês. 

Resenha: Serão aceitas resenhas de livros publicados no Brasil, há, no máximo, dois anos e no exterior, no máximo, há três anos. Os livros são indicados pelos editores da revista, e é aberta chamada para interessados em resenhar os livros. As resenhas podem ter entre 5.000 e 25.000 caracteres (incluídos os espaços). Não apresentam resumo, palavras-chave, abstract e keywords. A referência da obra resenhada deve ser inserida logo após o autor da resenha.

Imaginação e Ciências Sociais:  1. Ensaios Fotográficos e ilustrações devem indicar título, em português e inglês, e nomes dos(as) autores(as). Devem trazer também uma apresentação de, no máximo 400 palavras, acerca da pesquisa, o ensaio deve conter entre 5 e 10 imagens, em resolução a partir de 300 dpi, acompanhadas da indicação do(a) autor(a) e do ano. Legendas são opcionais. Solicitamos também as devidas autorizações de uso (modelo próprio), incluindo a possível publicação de uma das fotos na capa da revista. 2. As poesias devem ser inéditas e estar correlacionadas com a temática do dossiê. Os textos não pondem passar de 5 páginas. O Comitê Editorial tem liberdade quanto a disposição do texto na publicação. 

Tradução: Serão aceitas traduções de trabalhos relevantes e indisponíveis em língua portuguesa ou textos que justifiquem uma nova tradução. Devem apresentar título, nome(s) do(s) autor(es) e do(s) tradutor(es). Devem ainda ser acompanhadas de cópia do original utilizado na tradução, bem como da autorização do detentor dos direitos autorais permitindo sua publicação em português. As traduções não devem exceder 10 mil palavras. É obrigatório que antes de submetê-la os autores a façam passar, além de sua própria revisão, por uma revisão técnica particular.

 

ORGANIZAÇÂO

 

Apresentação da Filiação Institucional: As contribuições não devem conter dados sobre o autor. Esses (nome completo, titulação, filiação institucional – com o nome completo da instituição – e e-mail para contato) devem ser inseridos nos respectivos campos da plataforma de submissão da revista.

Organização do texto:

TÍTULO centralizado, em caixa alta, negrito, fonte12 e espaçamento simples. O título em inglês deve ser inserido antes do abstract, com as mesmas configurações do título incluindo o itálico.

RESUMO - (com máximo de 150 palavras) e PALAVRAS-CHAVE (até 5 palavras), escritos no idioma do artigo e em inglês; devem ser digitados em Times New Roman, tamanho 12 e espaçamento simples e alinhamento justificado, sem parágrafo.

REFERÊNCIAS - apenas trabalhos citados no texto. 

As referências são alinhadas a margem esquerda, espaçamento simples, fonte 12, Times New Roman e um espaço separando uma referência da outra. Os títulos são destacados em negrito e são organizadas em ordem alfabética pelo sobrenome do primeiro autor.

Indicação do Financiamento da Pesquisa - Caso se trate de resultado de pesquisa financiada adicionar curta nota de rodapé - a partir do título - indicando o financiamento segundo as regras da agência financiadora.

Notas de Rodapé - Numeradas consecutivamente ao final de cada página, incluindo apenas comentários.

Referências  - As referências devem ser citadas ao final do artigo (resenha, artigo, entrevista), seguindo as normas da ABNT 6023:2018. Utilizar sempre o nome Referências e não Referências Bibliográficas, o título referências é alinhado a esquerda, caixa alta, negrito, fonte 12 e Times New Roman.

Modelos:

Livros: SOBRENOME do autor, Nome. Título da obra (negrito): subtítulo. Número da edição (se não for a primeira). Local de Publicação: Editora, ano de publicação.

Capítulos de livros: SOBRENOME do autor, Nome. Título do capítulo. In: SOBRENOME, Nome (Org.). Título da obra: subtítulo. Número da edição. Local de Publicação: Editora, Ano de publicação. Número e/ou volume, página inicial-final do capítulo.

Artigos em periódicos:  SOBRENOME do autor do artigo, Nome. Título do artigo. Nome do periódico, Cidade de publicação, volume, número, página inicial – final do artigo, ano de publicação.

Dissertações e teses: SOBRENOME do autor, Nome. Título da tese: subtítulo. Ano de defesa. Orientador: Nome Sobrenome. número de folhas. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação), Dissertação (Mestrado), Tese (Doutorado) – Instituto ou Faculdade, Nome da instituição por extenso, Cidade, Ano.

Artigos em jornais/revistas:  SOBRENOME do autor do artigo, Nome. Título do artigo. Nome do jornal, Cidade de publicação, data de publicação (dia mês abreviado e ano). Caderno, páginas inicial – final do artigo, ano de publicação.

Entrevistas: SOBRENOME do entrevistado, Nome. Título da entrevista. Entrevistador: Nome do entrevistador na ordem direta. Nome do jornal/revista, Local de publicação, página onde aparece a entrevista, dia mês abreviado e ano da publicação.

Eventos: SOBRENOME, Nome do autor. Título do trabalho apresentado. In: NOME DO EVENTO, número de ordem do evento seguido de ponto, ano da realização, Cidade. Nome da publicação dos trabalhos. Local da publicação: Editora, ano da publicação. Páginas inicial – final do trabalho.

Publicação on-line: SOBRENOME, Nome do autor. Título do artigo/matéria. Nome do site, Local da publicação, dia mês abreviado e ano da publicação. Disponível em: endereço eletrônico completo para acesso ao artigo/matéria. Acesso em: dia mês abreviado e ano do acesso.

Exemplos:

CHOULIARAKI, L.; FAIRCLOUGH, N. Discourse in late modernity: rethinking critical: discourse analysis. Edinburgh: Edinburgh University Press, 1999.

COLLIER, A. Critical Realism: an introduction to Roy Bhaskar’s Philosophy. London: Verso, 1994.

DUARTE, N. Vigotski e o aprender a aprender: crítica às apropriações neoliberais e pós-modernas da teoria vigotskiana. Campinas: Autores Associados, 2001.

Citações – As citações devem ser elaboradas seguindo a norma da ABNT 10520

Dentro dos parênteses: sobrenome(s) sempre em caixa alta.

Ex:

Se o autor for citado entre parênteses, o sobrenome deve ser digitado em letras maiúsculas, separado por vírgula da data de publicação (BARBOSA, 1980).

Fora dos parênteses: sobrenome(s) sempre em caixa baixa.

Ex:

De acordo com Morais e Silva (1995) a teoria se baseia no nível mais alto da sociedade.

Citação Direta: indicar autor, ano e página

Indicar página da citação (exceção: documento on line).

Citação direta com mais de 3 linhas: tamanho menor (fonte 11) e recuo de 4 cm da margem esquerda

Ex:

Harvey (1993, p.112) acrescenta a tudo isso mais um fator,

[...] enquanto abre uma perspectiva radical mediante o reconhecimento da autenticidade de outras vozes, o pensamento pós-moderno veda imediatamente essas outras vozes o acesso a fontes mais universais de poder, circunscrevendo-as num gueto de alteridade opaca, da especificidade de um ou outro jogo de linguagem.

Citação direta com menos de 3 linhas: dentro da frase entre “aspas”

Ex:

O homem não pode viver fora da cultura, mas ela não pode ser seu destino, mas sim um meio para sua liberdade: “[...] não somos humanos fora da cultura, mas não seremos homens livres se não pudermos, sempre que necessário, assumir uma posição de exterioridade com relação ao mundo social.” (ROUANET, 1993, p.276).

Citação Indireta: indicar autor e ano

Não precisa indicar a página e nem aspas.

Ex:

Tem-se na paródia, como o caracteriza Linda Hutcheon (1985), a manifestação textualizada da auto-referência, do nível metadiscursivo da criação literária.

Uso de recursos tipográficos: itálico, negrito, sublinhado e aspas: Itálico: deverá ser utilizado em três situações: palavras de língua estrangeira, citação de títulos de obras no corpo do texto, ênfase ou destaque de palavra ou trecho do texto.

Negrito: evitar esse recurso tipográfico. Utilizá-lo apenas no título do artigo, nas seções e subseções.

Sublinhado: evitar esse recurso tipográfico.

Aspas: devem ser empregadas no corpo do texto para citações de trechos de obras; em títulos de artigos, canções, partes de obras ou capítulos.

Notas: Notas devem ser reduzidas ao mínimo e colocadas no pé da página; remissões para o rodapé devem ser feitas por números, na entrelinha superior, após o sinal de pontuação, quando for o caso.

Ilustrações: Ilustrações compreendem figuras, desenhos, gráficos, quadros, mapas, esquemas, fórmulas, modelos, fotografias, radiografias. Os títulos devem ser inseridos na parte superior da ilustração, tamanho 12, centralizado, negrito e numeradas consecutivamente em algarismos arábicos. As legendas devem ser inseridas abaixo das ilustrações. As figuras, os desenhos, os gráficos, os quadros, os esquemas, as fórmulas e os modelos devem ser enviados em arquivo separado, no programa em que foram gerados. Os mapas, as fotografias e as radiografias também devem ser enviadas em arquivos separados e em alta resolução (300 dpi). As ilustrações devem ser designadas, no texto, na forma abreviada da palavra “Figura”: Fig. 1, Fig. 2 etc. É inteiramente do(s) autor(es) a responsabilidade pela veiculação de imagens, inclusive as que envolvem direitos autorais.

Tabelas e quadros: Tabelas devem ser usadas para apresentação de informações tratadas estatisticamente e quadros para sintetizar e organizar informações textuais. O título de tabelas insere-se na parte superior, centralizado, iniciado pela expressão “Tabela 1” em negrito, seguido por hífen e pelo título sem destaque, na mesma fonte e tamanho do corpo do texto. A numeração é consecutiva, em algarismos arábicos; a fonte de dados, esta deve ser colocada abaixo da tabela ou do quadro e o texto, alinhado à esquerda. Tabelas devem ser construídas com as bordas laterais abertas e sem linhas de separação de colunas.

 

Artigos

Seção para receber artigos inéditos, com temática livre ou com temática do dossiê referente ao número a ser publicado.

Dossiê

Publicação de série de artigos, resenhas, produção artística, entrevista, colaboração especial relevantes que tratam sobre determinado tema específico. 

Resenhas

Publica resenhas críticas de livros nacionais e internaiconais que aportem novos conhecimentos além do simples resumo da obra. 

Tradução

Traduções inéditas de textos relevantes para a área.

Imaginação e Ciências Sociais

Seção aberta para receber ensaios fotográficos, ilustrações, gravuras, poesias ou outras manifestações artísticas relacionadas com número temático.

Política de Privacidade

Os artigos publicado da Revista Cadernos de Campo devem ser inéditos. Artigos são licenciados sob a Licença Creative Commons Attribution (CC-BY).

Esta licença permite que outros distribuam, remixem, adaptem e criem a partir do seu trabalho, mesmo para fins comerciais, desde que lhe atribuam o devido crédito pela criação original. É a licença mais flexível de todas as licenças disponíveis. É recomendada para maximizar a disseminação e uso dos materiais licenciados.

Todas as informações fornecidas pelo(a) autor(a) serão resguardados até o final do processo de publicação. Os dados divulgados serão aqueles pertencentes ao mini-currículo: Nome, instituição, nível de formação, ORCID e e-mail.

A Revista Cadernos de Campo não cobra nenhum tipo de taxas ou impostos para a submissão, avaliação e publicação de artigos. 

Esta revista oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização do conhecimento.