Prof., posso usar o facebook?: experiência de integração de mídia sociais em classe

Kadhiny mendonça de souza policarpo, Juliana Cristina Faggion Bergmann

Resumo


A sociedade contemporânea tem sofrido constantes transformações com a nova era digital e no panorama ao qual nos encontramos é praticamente impossível desvincular a tecnologia das nossas atividades cotidianas, em que se mostra cada vez mais presente. Sendo a escola um microcosmo dessa mesma sociedade (BOURDIEU, 2001), em que toda transformação que nela ocorre reflete-se igualmente na educação. Dessa forma, as redes sociais, utilizadas de maneira massiva como fonte de comunicação e entretenimento fora da escola por alunos e professores, tornam-se um recurso pedagógico de imediato acesso, quando em ambiente escolar. Tais grupos ou espaços específicos na internet, que permitem partilhar dados e informações, de caráter geral ou específico, das mais diversas formas (textos, arquivos, imagens fotos, vídeos) (LIMA, 2011), passam, portanto, a ser usados como recurso de aprendizagem em sala de aula. Assim, este trabalho apresenta o relato de uma experiência sobre a integração de mídias em aulas de língua espanhola para no 1º ano do Ensino Médio no colégio de aplicação da UFSC, utilizando-se da rede social facebook como ferramenta pedagógica. Em uma experiência desenvolvida no estágio supervisionado, a rede serviu de canal de comunicação para a apresentação e compartilhamento de informações sobre as atividades propostas em sala de aula de língua estrangeira, seguindo a metodologia do enfoque por projetos.


Palavras-chave


Redes sociais; Tecnologia. Língua estrangeira; Facebook; Recurso pedagógico.

Texto completo:

PDF

Referências


BELLONI, M. L. Mídia-educação ou comunicação educacional? Campo novo de teoria e de prática. In: BELLONI, M. L. et al (Org.). A formação na sociedade do espetáculo. São Paulo: Edições Loyola, 2002. p. 27-46.

BELLONI, M. L. O que é mídia-educação. Campinas: Autores Associados, 2001.

CASTELLS, M. Internet e sociedade em rede. Por uma outra comunicação: mídia, mundialização cultural e poder. In: TRINTA, A. Comunicação à época da internet. Rio de janeiro: Record, 2003.

FANTIN, M. Mídia-educacão: aspectos históricos e teórico-metodológicos. Olhar de Professor, v. 14, n. 1, p.27-40, jul., 2011. DOI: 10.5212/olharprofr.v.14i1.0002.

LIBÂNEO, J. C. Didática. 2. ed. São Paulo, SP: Cortez, 2013

PAPERT, S. A Máquina das Crianças: repensando a escola na era da informatica. Porto Alegre: Artes Médicas, 1994. 210 p.

PÉREZ GÓMEZ, A. L. Educação na era digital: a escola educativa. Porto Alegre: Penso, 2015. 192p.

PORTO, C.; SANTOS, E. orgs. Facebook e educação: publicar, curtir, compartilhar [online]. Campina Grande: EDUEPB, 2014. ISBN 978-85-7879-283-1.

SIBILIA, P. Redes ou paredes: a escola em tempos de dispersão. Rio de Janeiro: Contraponto, 2012. 222 p.

ZABALA, A. A prática educativa: como ensinar. Porto Alegre: Artmed, 1998. p. 224.




DOI: https://doi.org/10.29051/rel.v4.n1.2018.10918



Direitos autorais 2018 Revista EntreLínguas



Rev. EntreLínguas, Araraquara, SP, Brasil. e-ISSN: 2447-3529, ISSN: 2447-4045

DOI Prefix: 10.02951/rel

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.